Tor fecha programa que permitia a doação de banda para navegação anônima

Por Redação | 08.05.2015 às 18:18

É um dia triste para a liberdade de informação. O Tor Project, responsável pelo sistema de mesmo nome que permite navegação anônima e segura, anunciou nesta sexta-feira (8) que está fechando o Tor Cloud, seu serviço de doação de banda para que os usuários possam, justamente, acessar a rede de forma protegida e sem bloqueios ou perseguições realizadas por governos e outras entidades.

Originalmente, o sistema incentivava entusiastas e ativistas a adquirirem contas junto à Amazon, criando “pontes” de acesso a partir dos servidores da companhia. Essa possibilidade, que era sancionada pela própria companhia, criava o acesso virtual necessário para que delatores, rebeldes, líderes de protestos e até mesmo usuários comuns pudessem evitar impedimentos nacionais à internet, enviando e recebendo informações em uma rede livre.

O problema é que o sistema foi fechado, justamente, por não ter recebido o suporte necessário, seja em termos de envolvimento ou em pessoal necessário para resolver bugs. Tais problemas, inclusive, teriam sido os responsáveis por uma queda no número de adesões que já se estende desde 2014 e teria minado ainda mais o projeto, tornando a vida dos que estavam envolvidos nele ainda mais complicada.

Apesar disso, a comunidade tentou ajudar, criando ela mesma patches de correção e dando ideias para solucionar os problemas. Ainda assim, no anúncio oficial, a equipe do Tor afirma que o trabalho de verificação, testes e aprovação de tais soluções estaria demandando tempo demais justamente pela falta de pessoal qualificado e interessado. Por isso, os responsáveis não enxergaram outra alternativa a não ser “fechar as portas”.

Apesar disso, afirmam eles, nem tudo está perdido. Instâncias atuais do Tor Cloud continuarão funcionando perfeitamente, e seus administradores estão livres para alterarem o código original ou resolverem seus problemas individualmente, ou como um grupo. Além disso, nada impede que novas “pontes” sejam criadas, uma vez que toda a programação original continuará disponível online, com a diferença de que, agora, ela não receberá atualizações nem novas versões.

Falando nisso, o Tor Project pede ainda que os interessados em continuar contribuindo para a causa o façam a partir de outras organizações que continuam mantendo a ideia viva. Como sempre, qualquer tipo de ajuda é essencial, seja em termos de banda para acesso, gente interessada em desenvolver ou suporte financeiro para que as operações continuem em funcionamento.

Fontes: The Tor Project, Venture Beat, The Next Web