Streaming de música bateu plataformas de vídeo em 2016

Por Redação | 05 de Janeiro de 2017 às 19h01

Que 2016 foi um ano recordista de popularidade para as plataformas de streaming, isso não chega a ser uma novidade. Entretanto, um estudo aponta que os serviços de streaming de áudio superaram os de música via vídeo no consumo dos usuários.

Quem aponta isso é a consultoria BuzzAngle, que afirmou que quase todas as localidades ao redor do mundo em que usuários podem ouvir música online está com picos de tráfego. Em 2016, a demanda por áudio via streaming cresceu 82,6%, chegando a 250 bilhões de reproduções.

O que isso quer dizer? Bem, este número ultrapassa com folgas o número de plays em música via YouTube, ainda a maior plataforma onde o público escuta música, mas que enfrenta forte concorrência de serviços como Spotify e Apple Music.

De acordo com a BuzzAngle, as reproduções de música em plataformas de vídeo cresceram apenas 7,5% em 2016, chegando a 81 bilhões de plays. Os dois formatos registraram crescimento, mas o espaço entre as duas categorias está se abrindo cada vez mais.

Apesar do YouTube ainda ser um dos locais preferidos para os usuários escutarem música gratuitamente, o crescimento destas outras plataformas agrada a indústria fonográfica, já que por muitos anos ela batalhou com o Google devido a pagamentos de royalties - coisa que é feita nas plataformas de streaming, mesmo que a um valor baixo.

Fonte: Forbes

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.