Streaming de áudio e vídeo já responde por 70% do uso de banda larga

Por Redação | 07.12.2015 às 14:51

Uma pesquisa realizada pela Sandvine, empresa de banda larga canadense, mostrou que serviços de streaming de vídeo e áudio são responsáveis por 70% do tráfego de dados durante o horário de pico noturno na América do Norte.

Ao longo dos anos, o principal uso da banda larga deixou de ser a visualização de e-mails e websites para a reprodução de vídeos. Há cinco anos, a streaming de áudio e vídeo representava apenas 35% do uso durante o horário nobre.

Grande parte do aumento vem do uso do YouTube e Netflix, que já respondem por mais da metade do uso de banda larga há alguns anos, e sua participação continua crescendo. Agora, nomes como Amazon e Hulu também estão ganhando destaque no segmento, mas o número ainda é muito modesto perante os expressivos percentuais dos dois gigantes do streaming.

Tráfego banda larga

Na América Latina, o interesse dos usuários por serviços de streaming já é maior que o demonstrado pela programação de TV aberta. No Brasil, por exemplo, 82% das pessoas utilizam com frequência serviços como YouTube ou Netflix, enquanto a velha caixa luminosa ficou com 73% da preferência.

Fonte: Re/code