Stephen Hawking não entende popularidade de Donald Trump e o chama de demagogo

Por Redação | 01.06.2016 às 07:07

O físico teórico e cosmólogo britânico, que é um dos cientistas mais respeitados de sua geração, consegue explicar buracos negros, mecânica quântica e a teoria da relatividade, mas uma coisa que ele disse não compreender é o fascínio que os norte-americanos têm por Donald Trump, candidato à presidência dos Estados Unidos pelo Partido Republicano. Durante uma participação, nesta terça-feira (31), no Good Morning Britain, do canal britânico ITV, o cientista chamou Trump de “um demagogo que parece apelar para o menor dominador comum”.

Hawking não é o primeiro membro da comunidade científica a se declarar publicamente contra o candidato republicano. Tim Cook, CEO da Apple; Larry Page, cofundador do Google; e Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX se reuniram recentemente com outros grandes empresários do segmento de tecnologia dos EUA para discutir a candidatura de Trump à presidência do país, e o CEO da Amazon, Jeff Bezos, chegou a rebater um comentário ofensivo que Trump fez sobre sua companhia dizendo que aquele não tinha um “comportamento apropriado a um candidato à presidência”.

As declarações e posicionamentos polêmicos do magnata tomaram proporções tão grandes que até o grupo Anonymous chegou a declarar uma guerra pública contra Trump, ameaçando sabotar sua campanha. Já o cientista educacional Bill Nye, conhecido como “The Science Guy” por conta de seu programa de TV que ficou famoso nos anos 1990, criticou o candidato em uma entrevista à CNN por conta de sua posição contrária à defesa do meio ambiente.

Fontes: The Huffington Post, CNN