SpaceX busca aprovação para seu serviço de internet via satélite

Por Redação | 17 de Novembro de 2016 às 09h54

A SpaceX pediu permissão ao governo dos Estados Unidos para lançar uma rede internet alimentada por milhares de satélites. O projeto prevê a oferta de internet de alta velocidade e com cobertura global.

De acordo com os documentos apresentados à Comissão Federal de Comunicações (FCC) norte-americana, a empresa californiana liderada pelo bilionário Elon Musk planeja colocar 4.425 satélites em órbita para operar a rede.

"O sistema é projetado para fornecer uma ampla gama de serviços de banda larga e de comunicações para uso residencial, comercial, institucional, governamental e profissional em todo o mundo", disse a SpaceX nos documentos técnicos que acompanham a sua apresentação à FCC.

O projeto foi anunciado inicialmente em janeiro de 2015 e, na ocasião, tinha custo estimado em pelo menos US$ 10 bilhões. No entanto, os documentos mais recentes trazem apenas detalhes técnicos da proposta, sem citar estimativas de valores ou planos de financiamento.

Na mesma época, o Google participou de um investimento de US$ 1 bilhão na SpaceX, com rumores dizendo que a gigante da tecnologia havia sido atraída para o negócio devido ao seu potencial de tornar o acesso à internet mais fácil em uma escala global.

Inicialmente, a rede proposta pela SpaceX começaria lançando cerca de 800 satélites para ampliar o acesso à internet nos Estados Unidos, incluindo territórios como Porto Rico e as Ilhas Virgens Americanas. A empresa ainda não especificou quando os lançamentos aconteceriam, caso o projeto seja aprovado.

Fonte: Reuters

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.