Site neonazista banido de provedores da internet agora está na dark web

Por Redação | 15 de Agosto de 2017 às 15h42

Depois de ter seu domínio cancelado pela GoDaddy e removido pelo Google apenas três horas após sua criação, o site neonazista Daily Stormer foi migrado para a dark web — lar de tudo o que é controverso na rede, e que já abriga páginas do gênero em seus arquivos. Contudo, páginas hospedadas nessa região obscura da internet não são indexadas pelas ferramentas de buscas, e somente podem ser acessadas usando programas específicos.

O domínio do site que prega a supremacia branca sobre minorias sociais, como negros, judeus e homossexuais, foi banido dos grandes provedores depois de comemorar a morte de Heather Heyer, falecida durante as manifestações em Charlottesville. Heather fazia parte de um grupo contrário à ação, e foi atingida por um carro enquanto protestava, juntamente de outras 19 pessoas, que ficaram feridas.

Além disso, o Facebook também removeu links relacionados ao Daily Stormer de seu Feed de Notícias, e o Airbnb chegou a impedir a hospedagem de manifestantes a favor de ideais neonazistas durante o final de semana.

Fonte: The Verge