Resumão | Comece a semana bem informado sobre o mundo tech (04/06 a 10/06)

Por Patrícia Gnipper | 11 de Junho de 2018 às 07h30
photo_camera Depositphotos

"Bafões" no mercado corporativo tecnológico, mais tretas do Facebook, novidades da Apple, lançamentos de smartphones, Android Go no Brasil e muito mais é o que você confere no resumão do Canaltech nesta segunda (11). Aqui, a gente reúne as notícias mais importantes do mundão da tecnologia que rolaram na semana passada — tudo para que você comece a semana por dentro do que importa.

Comecemos com ele, o Facebook

Acusado de fornecer dados de usuários para fabricantes chinesas de smartphones, o Facebook se vê envolto por uma nova polêmica, antes mesmo de se recuperar do escândalo anterior, envolvendo uso indevido de dados pela Cambridge Analytica. Primeiro a informação foi negada, mas, logo depois, a empresa de Zuckerberg admitiu a coisa toda.

Ao menos quatro chinesas foram mencionadas: Huawei, OPPO, TCL Group e Lenovo Group. "Fedeu" porque a Huawei, em especial, está sob vigília da agência de segurança dos Estados Unidos. Segundo a denúncia, as chinesas receberam acesso a dados dos usuários da rede social por meio da API do Facebook, recebendo, até mesmo, informações de amigos (e amigos de amigos) dos usuários.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Mas o "Feice" já disse que iria encerrar a parceria com a Huawei e as demais chinesas, tentando conter mais este escândalo. Só que, na mesma semana, surge uma outra bomba: a rede social, por causa de um bug misterioso, acabou tornando públicos posts que usuários haviam configurado como privados.

Apple vai muito bem, obrigada

E mais uma edição da WWDC aconteceu! A conferência anual da Apple para desenvolvedores revelou várias novidades da Maçã para 2018, com a empresa afirmando que já conta com 200 milhões de devs em todo o mundo.

Sobre o iOS 12, a empresa realmente cumpriu o esperado: aprimorar o sistema antes de criar novos recursos e mudanças no visual. Começando pela, talvez, melhor notícia do evento: todos os aparelhos que, hoje, rodam o iOS 11, serão compatíveis com o 12, que vai carregar apps com 40% mais velocidade, abrir o teclado 50% mais rapidamente e acessar a câmera 70% mais rápido em aparelhos mais antigos.

Já o ARKit 2, segunda versão do kit de realidade aumentada da Maçã, agora permite que duas pessoas brinquem com a tecnologia ao mesmo tempo, em um mesmo ambiente. E a Siri fica um pouco mais inteligente, ganhando novos comandos e funcionalidades, ainda que ela siga abaixo da concorrência no que diz respeito à amplitude do que ela é capaz de fazer.

Duas pessoas jogando LEGO em realidade aumentada ao mesmo tempo? Sim!

Outra novidade do iOS 12 é a chegada das estatísticas de uso do smartphone, permitindo que a gente tenha pleno controle sobre quanto tempo estamos gastando com cada aplicativo. Também será possível configurar, por exemplo, que você deseja usar o Instagram por apenas 10 minutos e, quando o tempo estiver acabando, o sistema emite um alerta para que você se lembre de fechar o app e seguir com as suas demais atividades.

Além disso, o FaceTime agora permite conversar em vídeo com até 32 pessoas simultaneamente, seja pelo iOS, watchOS ou macOS. E por falar no macOS, a Apple revelou o novo macOS Mojave, que chegará com modo noturno para todo o sistema, arquivos do mesmo tipo sendo agrupados na área de trabalho, novidades no Finder e uma nova App Store.

Todos os novos SO da Apple chegam ao grande público no último trimestre do ano, com o lançamento sendo esperado para o mês de setembro.

Mais treta com o Governo brasileiro

Na outra semana, houve a denúncia de que o Governo brasileiro estaria coletando dados de cidadãos por meio de aplicativos oficiais. Agora, a treta da vez é que o Governo Federal está sendo investigado por supostamente vender dados de cidadãos por aí. Parece que o Serpro (órgão responsável pela unificação de cadastros de cidadãos) estaria vendendo esses dados para empresas privadas, expondo tudo na internet por meio de sites como o Consulta Pública, que exibia livremente informações do pessoal como CPF, CNPJ, data de nascimento, entre outras.

GitHub agora é da Microsoft

Por US$ 7,5 bilhões, a Microsoft comprou o GitHub, principal repositório de códigos-fonte para desenvolvedores do mundo. A plataforma tem mais de 28 milhões de usuários e mais de dez anos de história.

Mas a comunidade global de devs não achou legal a compra, não. O pessoal tem medo de que a gigante de Redmond faça mudanças no serviço que, até então, era independente, como, por exemplo, limite ou impeça atuação de rivais no GitHub. Empresas como Google, Apple e Amazon também usam a plataforma. Mas a MS garante que nada vai mudar.

John McAfee ataca novamente

O criador do antivírus que leva seu sobrenome é uma figura controversa, de fato. Agora, John McAfee decidiu criar uma criptomoeda física e anunciar candidatura à presidência dos EUA em 2020.

Ele diz que sua principal plataforma eleitoral será a defesa das moedas digitais, informando que lançará a McAfee Redemption Unit (MRU), moeda física baseada em criptomoedas. É tipo uma nota promissória, conectada a uma rede de blockchain com a segurança sendo garantida por tokens.

Para quem não conhece muito a história de McAfee: apesar de todo o ar libertário, ele foi acusado de estar envolvido no assassinato de um vizinho quando morava em Belize, em 2012; e essa história é abordada no documentário Gringo, que tem na Netflix. Em 2016, a gente entrevistou o cara:

Smartphones novinhos em folha

Chega ao Brasil o Galaxy A6 Plus, da Samsung. Custando R$ 2.100, ele não é lá muito diferente do A5 de 2017, trazendo, sim, novos recursos, mas nada de novo no visual. Também embarca por aqui o Moto Z3 Play, custando R$ 2.300. A novidade da Motorola é mais fina e tem design compatível com os Moto Snaps.

Na gringa, outros smartphones foram anunciados oficialmente, como o Lenovo Z5, com 90% de aproveitamento da tela e pequenos entalhes no topo e no "queixo" do display. Também ficamos sabendo sobre o BlackBerry KEY², com câmera traseira dupla e precinho de US$ 649 nos EUA.

Outro anúncio oficial foi o do LG Q Stylus, lançado em três vertentes (Stylus, Stylus Alpha e Stylus+) e configurações intermediárias muito próximas da linha LG Q7. As mudanças, aqui, são telas um pouquinho maiores e compatibilidade com a caneta stylus da marca.

Por fim, a Samsung lançou os Galaxy A9 Star e Star Lite, disponíveis inicialmente só na China.

Brasil piratão

Que os brasileiros adoram uma pirataria, não é nenhuma novidade. Só que um novo estudo mostrou que, por aqui, quase a metade dos softwares usados não são licenciados. A média internacional é de 37%, enquanto esse percentual, nos EUA, é de 15%.

O maior problema de contar com softwares piratas é que eles não recebem as atualizações oficiais de segurança, ficando, portanto, expostos a ciberataques — problema em que o Brasil também é destaque internacionalmente falando.

Novidades da Google para os brasileiros

A gigante das buscas enfim trouxe o Google Arts & Culture ao Brasil. O aplicativo, além de fornecer informações e imagens de obras de arte variadas, tem uma ferramenta que analisa sua selfie, mostrando qual obra de arte é parecida com você.

Usamos uma foto de Zuck para testar o app

Além disso, a Google trouxe para cá uma ferramenta especial de buscas para a Copa do Mundo de 2018, com informações em tempo real, fotos, comentários e resultados das partidas. Ainda, a seção Explorar do Google Maps indicará locais onde assistir aos jogos.

Já no campo político, outra novidade é com relação às buscas para as eleições deste ano. Será possível conferir, rapidamente, informações sobre os candidatos, além de acessar as principais propostas de plano de governo dos presidenciáveis, facilitando a vida do eleitor. Ah, e os debates da Band serão exibidos pelo YouTube, ao vivo, começando pelo dia 9 de agosto.

Encerrando as novidades brasileiras da Google, vem aí uma nova frota dos carros do Street View. Com câmeras inéditas e inteligência artificial, os veículos serão capazes de capturar imagens mesmo em dias mais escuros, além de conseguir ver detalhes como placas de ruas e nomes de empresas.

Android Go chegou, galera!

Nossos pedidos foram ouvidos, e o Android Go finalmente chegou ao nosso país, em cinco smartphones diferentes logo de cara. O sistema, que é uma versão mais leve e otimizada para aparelhos de entrada, com menos capacidade de processamento e memória, chega com modelos da Positivo e Multilaser, além da Alcatel.

Ah, e por falar na Positivo, a empresa firmou uma parceria com a Huawei e vai importar smartphones da marca ao Brasil no segundo semestre. O P20 é um dos modelos que, finalmente, chegarão ao Brasil por meio da parceria.

"Golpe da pedra" no Mercado Livre

Se você é vendedor no Mercado Livre, se liga nessa: o "golpe da pedra" está rolando. Quando um usuário mal-intencionado compra um produto, tipo um smartphone, por exemplo, ele espera o pacote chegar pacientemente, até que aciona a plataforma indicando que o aparelho chegou com algum defeito. Então, o marketplace devolve o dinheiro ao comprador, que, se fosse honesto, enviaria o produto de volta ao vendedor.

Eis que, quando o vendedor abre o pacote da devolução, se depara com... uma pedra (mas também teve gente recebendo tijolos e até mesmo lixo), simulando o peso do produto verdadeiro. Aí o abacaxi fica com o vendedor, que precisa provar para o ML que sofreu um golpe, na tentativa de recuperar seu dinheiro de alguma maneira.

ZTE paga multa para retornar aos EUA

No total, a ZTE aceitou pagar US$ 2,29 bilhões para poder voltar a operar nos Estados Unidos. Um acordo de US$ 1 bi foi assinado pelos crimes cometidos pela chinesa, que já havia pagado US$ 892 milhões no ano passado, e ainda tendo de reservar US$ 400 mi como garantia de que não sairá das rédeas novamente.

A ZTE havia sido banida por sete anos de importar produtos dos EUA para fabricar seus smartphones, depois de ter sido acusada de vender matéria-prima para Irã e Coreia do Norte, inimigas dos EUA.

Mais um Dia dos Namorados, mais um golpe no WhatsApp

Já repararam que quase toda semana a gente relata um golpe diferente rolando no mensageiro? Agora, com a aproximação do Dia dos Namorados, o WhatsApp está recebendo uma nova falcatrua, prometendo um kit de perfumes do O Boticário.

Pelo menos 40 mil usuários já teriam sido afetados, por terem clicado no link malicioso, inserido seus dados e respondido ao questionário que promete os produtos. No final do processo, um arquivo malicioso é instalado no aparelho da vítima.

Ouça o cachorrinho

Cabo submarino que liga o BR aos EUA é ativado

O MONET, cabo submarino da Google que liga o nosso país aos "States", foi ativado. São 10.556 km de extensão e seis pares de fibra óptica, com capacidade de transmitir até 64 terabytes por segundo.

E não é só isso: a gigante anunciou que outros dois cabos estão em produção — o TANNAT e o JUNIOR, que serão ativados até o final de 2018.

Adeus, Yahoo Messenger

Alguém aqui ainda usa o Yahoo Messenger? Se a resposta for "sim", pode atualizar a sentença para "usava", pois o mensageiro será descontinuado depois de 20 anos de atividade. Ele sairá do ar no dia 17 de julho, tanto na versão web, quanto nos apps para Android e iOS.

O motivo para abandonar o Messenger do Yahoo seria focar em novas ferramentas, mas a empresa ainda não tem previsão de lançar o Squirrel, ferramenta de chat em grupo que ainda está em fase de testes.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.