Quatorze visionários da tecnologia entram para o Internet Hall of Fame

Por Redação | 20 de Setembro de 2017 às 16h53

O Internet Hall of Fame acaba de eternizar novos quatorze nomes de pessoas que foram responsáveis por melhorias significativas na conectividade, além de terem contribuído com avanços que promoveram o uso da internet em todo o mundo.

A cerimônia aconteceu na Universidade da Califórnia, local onde foi enviada a primeira mensagem pelo antecessor da Internet (o ARPANET), há quase cinquenta anos. A internet evoluiu rapidamente ao longo do tempo, muito graças ao trabalho de indivíduos como os homenageados do momento, que foram selecionados por um conselho formado por membros passados.

O grupo de quatorze personalidades da internet promoveu o acesso e alcance global da rede, aumentando nossos conhecimentos sobre como a internet funciona, e ajudando a garantir o seu uso geral. "Esses induzidos personificam o espírito pioneiro dos 'Inovadores' e dos 'Conectores Globais', que têm sido fundamentais para nos trazer essa tecnologia sem precedentes. Eles são alguns dos primeiros evangelistas da Internet e seu trabalho é a base para muitas das inovações digitais que vemos hoje”, declarou Kathy Brown, CEO da Internet Society.

Os homenageados

Entre os novos nomes do Internet Hall of Fame, está Jaap Akkerhuis, holandês que teve um papel fundamental no desenvolvimento da internet nos Países Baixos e Europa no início dos anos 1980, além de Yvonne Marie Andrés, dos EUA, uma das primeiras pessoas a usar a internet para promover oportunidades globais de e-learning.

Alan Emtage, de Barbados, concebeu e implementou o primeiro motor de buscas do mundo, desenvolvendo técnicas usadas pelos buscadores da atualidade, enquanto o estadunidense Edward Krol ajudou a desenvolver a infraestrutura inicial da internet e escreveu um dos primeiros guias não técnicos sobre a rede.

Tracy LaQuey Parker, também dos Estados Unidos, escreveu dois dos primeiros livros mais vendidos sobre a internet entre o final da década de 1980 e o início dos anos 1990, e o conterrâneo Craig Partridge contribuiu para a evolução inicial da tecnologia, projetando o caminho seguido por e-mails usando nomes de domínio.

O libanês Nabil Bukhalid liderou a equipe que levou ainternet ao Líbano, estabelecendo o registro de domínios do país, e Ira Fuchs co-fundou a BITNET nos EUA, que foi a precursora da internet, enquanto o japonês Shigeki Goto foi fundamental na expansão da internet em toda a região Ásia-Pacífico.

Na África do Sul, Mike Jensen construiu algumas das primeiras redes para conectar o setor, tudo sem fins lucrativos, e Ermanni Pietrosemoli, da Venezuela, lideoru a educação técnica da internet em dezenas de países da América do Sul e também na África.

Por fim, Tadao Takanashi teve um papel fundamental no planejamento e implantação da internet no Brasil, liderando a Rede Nacional de Pesquisa, enquanto Florencio Utreras, no Chile, liderou a conexão do país com a rede BITNET em 1987, e o chinês Jianping Wu liderou o design, desenvolvimento e evolução do CERNET, o primeiro backbone da internet no território chinês.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.