Prefeitura de SP recebe sugestões de áreas para instalação de Wi-Fi grátis

Por Redação | 19 de Novembro de 2015 às 10h06
photo_camera Divulgação

A prefeitura de São Paulo lançou nesta quarta-feira (18) a consulta pública para a expansão do Programa Wi-Fi Livre SP. De acordo com Secretaria Municipal de Serviços (SES), a ideia é que moradores da capital paulista, através da consulta, escolham os locais onde desejam que o governo faça a instalação da internet de alta velocidade.

A consulta pública ficará aberta pelo período de 45 dias e pretende coletar contribuições e sugestões dos cidadãos com o objetivo de identificar as potenciais localidades, os diversos tipos de intervenção e os possíveis modelos de parceria com a iniciativa privada para a ampliação do programa. Também será possível opinar sobre o mobiliário urbano, espaço para recarga de celular e locais para recreação.

O fornecimento do sinal nos espaços públicos pela iniciativa privada será feito através de um acordo com a administração pública. Em troca do serviço, as empresas querem fazer propaganda nos locais em que investe (sem transferência de recursos públicos), já que a Lei Cidade Limpa restringiu os locais de publicidade na cidade. Os novos pontos devem contemplar pelo menos uma localidade por subprefeitura e priorizar regiões com baixo acesso à internet.

Caso você more em São Paulo e queira enviar uma proposta, será necessário acessar o site gestaourbana.prefeitura.sp.gov.br/wifi e preencher um formulário indicando o endereço do local sugerido, foto da área e descrever brevemente por que você escolheu um determinado ponto.

Anunciado como uma das promessas da campanha do prefeito Fernando Haddad (PT) durante o período eleitoral, o Programa Wi-Fi Livre é coordenado pela SES em parceria com as secretarias do Verde e Meio Ambiente e de Coordenação das Subprefeituras, que oferecem apoio na priorização e gestão dos parques e praças que já possuem ou que vão receber a iniciativa. O projeto começou a operar em janeiro de 2014.

Atualmente, o Wi-Fi Livre está presente em 96 distritos e nas 32 subprefeituras da cidade. Ao todo, já são 120 pontos, sendo 23 na região Central, 18 na Zona Norte, 36 na Zona Leste, 28 na Zona Sul e 15 na Zona Oeste. O programa conta com velocidade de conexão individual e efetiva de 512 Kbits/s e a única exigência é que o usuário possua um aparelho compatível com o padrão Wi-Fi. Mensalmente, são realizados 2,5 milhões de acessos, com média de 20 mil acessos em cada uma das praças.

Fontes: Gestão Urbana SP, G1

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.