Plataforma Airbnb começará a banir usuários racistas

Por Redação | 01 de Junho de 2016 às 19h51

A plataforma de aluguel de casas e apartamentos Airbnb não vai tolerar racismo. Segundo o CEO da empresa, Brian Chesky, ações de racismo e discriminação não serão aceitas sob hipótese alguma. A companhia tornou sua posição pública nesta quarta-feira (1), depois de um caso recente na Carolina do Norte, em que um anfitrião cancelou a reserva de uma usuária depois que descobriu que ela era negra – e ainda a insultou com vários termos pejorativos. O usuário foi banido permanentemente da plataforma.

"O incidente na Carolina do Norte foi terrível e inaceitável. Racismo e discriminação não terão lugar no Airbnb", disse o CEO em sua conta do Twitter.

A nova política do Airbnb vem em hora oportuna. Anteriormente, vários casos de usuários negros sendo rejeitados pela cor da pele foram relatados. Para que eles conseguissem fazer a reserva, era necessário que eles pedissem para amigos brancos tomarem a iniciativa, de acordo com um dos usuários discriminados. Inclusive, diversos casos do tipo são divulgados todos os dias com a hashtag #AirbnbWhileBlack ("Airbnb enquanto negro", em tradução livre) mo Twitter.

O problema não é local. Segundo um relatório feito por pesquisadores de Harvard, anfitriões racistas podem ser encontrados em diversos cantos dos Estados Unidos, país foco do estudo.

A esperança é que as coisas comecem a melhorar.

Via: Tech Crunch

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.