PewDiePie ameaça sair do YouTube

Por Redação | 07 de Dezembro de 2016 às 15h18

Pelo segundo ano consecutivo, Felix Kjellberg, mais conhecido como PewDiePie, ficou no topo da lista de youtubers mais bem pagos do mundo. No entanto, mesmo com tamanho sucesso, ele ameaçou apagar seu canal devido a supostas mudanças no algoritmo da plataforma.

O problema apontado pelo youtuber está no sistema de recomendações de conteúdo. De acordo com PewDiePie, apenas 1% da audiência média do seu canal de games provém das sugestões do YouTube. Antes da suposta mudança, o recurso era fonte de mais de 30% do tráfego em seus vídeos.

O serviço de streaming de vídeos negou ter feito qualquer alteração em seus algoritmo de "vídeos sugeridos" nos últimos meses, mas outros criadores de conteúdo também já fizeram a mesma reclamação.

Mas essa não é a única crítica em relação ao YouTube, que também está sendo acusado de cancelar inscrições dos usuários em alguns canais. Em relação a essa afirmação, o serviço do Google diz que nunca encontrou nenhuma evidência de que isso esteja acontecendo.

Por meio de um vídeo postado na última sexta-feira (02), PewDiePie disse que iria apagar o seu canal quando atingisse 50 milhões de assinantes, como resultado de sua frustração com o YouTube e suas novas práticas.

Os mais bem pagos do YouTube

Apesar de tantas reclamações, PewDiePie arrecadou sozinho US$ 15 milhões (R$ 51,3 milhões) entre junho de 2015 e junho de 2016 – 20% a mais que o mesmo período do ano anterior – de acordo com informações da Forbes.

Confira a lista dos dez youtubers mais bem pagos do mundo de 2016:

  1. PewDiePie (US$ 15 milhões)
  2. Roman Atwood (US$ 8 milhões)
  3. Lilly Singh (US$ 7,5 milhões)
  4. Smosh (US$ 7 milhões)
  5. Rosanna Pansino (US$ 6 milhões)
  6. Tyler Oakley (US$ 6 milhões)
  7. Markiplier (US$ 5,5 milhões)
  8. German Garmendia (US$ 5,5 milhões)
  9. Rhett and Link (US$ 5 milhões)
  10. Colleen Ballinger (US$ 5 milhões)

Via BBC