Pedidos de solicitação de dados crescem em todo mundo, mas caem no Brasil

Por Redação | 16 de Setembro de 2014 às 11h50
photo_camera Divulgação

Nesta segunda-feira (15), o Google atualizou o seu relatório semestral sobre os pedidos que recebe dos governos de todo o mundo para fornecer dados de usuários, incluindo seus diferentes serviços, como e-mail, rede social, etc. O número de pedidos entre janeiro e junho cresceu 15% em todo o mundo.

Segundo a empresa, os pedidos de dados de utilizadores têm aumentando desde 2009. O relatório de dezembro daquele ano revelou que 12.539 pedidos em todo o mundo estavam sendo realizados por instituições governamentais ao Google. Quase cinco anos depois, o número saltou para 31.698.

No Brasil, no entanto, o número desse tipo de ocorrência está na contramão. Os 684 pedidos feitos na última análise do Google representam o mais baixo número entre todos os 10 relatórios semestrais divulgados desde o ano de 2009. De acordo com o Google, o percentual de pedidos respondidos, 55%, só não foi menor do que no último semestre, que obteve o percentual de 49%.

Nos Estados Unidos, 12,5 mil pedidos foram realizados entre janeiro e junho. Alemanha (3.338), França (3.002), Índia (2.794), Reino Unido (1.535), Itália (1.108), Cingapura (1.086), Austrália (752) e Espanha (696) foram os países que também tiveram mais pedidos do que o Brasil.

Veja o número de pedidos realizados pelo Brasil nos últimos relatórios divulgados pelo Google:

  • 1º semestre de 2014: 684
  • 2º semestre de 2013: 1.085
  • 1º semestre de 2013: 1.239
  • 2º semestre de 2012: 1.211
  • 1º semestre de 2012: 1.566
  • 2º semestre de 2011: 1.615
Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!