O que a nova geração do Wi-Fi pode fazer por você?

Por Colaborador externo | 07 de Maio de 2015 às 12h30
photo_camera Divulgação

Por Fábio Appel*

Nos últimos anos, à medida que mais usuários aderiram às redes Wi-Fi, mais congestionado se tornou o serviço wireless no Brasil. Imagine este congestionamento como as ondulações em um lago: jogue uma pedra e as ondas irradiarão igualmente, jogue uma segunda pedra e as ondas começarão a interferir umas nas outras. O mesmo acontece com o sinal wireless: quanto maior for o número de redes Wi-Fi em uma vizinhança, maior o risco de enfraquecimento do desempenho Wi-Fi e perda de conexão. Esse é um dos maiores desafios hoje quando falamos em velocidade e desempenho da Internet sem fio: não bastam equipamentos de alto alcance, é preciso ter uma rede capaz de desempenhar em tal velocidade.

Atualmente a TV por streaming, jogos on-line, streaming de músicas e filmes já estão presentes no cotidiano do brasileiro. No entanto, uma Smart TV perde sua ‘função inteligente’ quando precisamos esperar ela “carregar” o conteúdo, assim como jogos não são tão divertidos quando você perde o sinal e um tablet sem Wi-Fi não passa de um caderno digital, não é mesmo?

Para obter o melhor desempenho de seus dispositivos, o usuário precisa de uma estrutura de rede sólida. É por isso que a nova tecnologia 802.11ac, com a promessa de uma Wi-Fi ultrarrápida, tende a crescer rapidamente no País. Originalmente produzido para ser o sucessor do wireless padrão 802.11n, ou wireless N, a AC vai adiante e trabalha com todos os dispositivos com Wi-Fi habilitado, oferecendo alto desempenho, velocidade, grande área de cobertura e riscos mínimos de interferência.

O AC é o padrão Wi-Fi mais rápido do mundo disponível atualmente, proporcionando velocidade de transferência de dados 3x mais rápida que o Wireless N. Imagine que você está em um carro. Agora pense em uma viagem ao centro de uma cidade em horário de rush e compare a mesma viagem sendo realizada numa via expressa sem limite de velocidade. Essa é a analogia perfeita para comparar a tecnologia N com a AC.

Por conta de sua velocidade é ideal para streaming de vídeo em HD, jogos multi-player, videoconferências e transferência de grandes arquivos sem travamentos, buffering ou perdas de conexão. Além disso, o 802.11ac apresenta uma tecnologia inteligente chamada beamforming, que concentra o sinal Wi-Fi na direção do dispositivo, focando a transmissão de dados para onde a necessidade for maior. Sua largura de banda superior aumenta o alcance do Wi-Fi, proporcionando uma conexão Wi-Fi mais focada e eficiente.

O padrão AC alcança velocidade extrema por conta de sua tecnologia avançada e novos parâmetros de transmissão - com mais largura de banda, maiores fluxos espaciais, junção de canais, nova modulação e outras características.

Usar a nova tecnologia AC é como dirigir às 2h da manhã, há menos carros que o normal e você pode alcançar o limite de velocidade com muita rapidez. Trata-se do futuro da conexão, só que o futuro é agora!

* Fábio Appel é coordenador de Produtos da TP-LINK no Brasil.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.