No desktop, YouTube melhora suporte a vídeos verticais, quadrados e outros

Por Felipe Demartini | 30 de Julho de 2018 às 10h11

O YouTube resolveu trazer para sua versão desktop o esforço de adaptação a formatos diferentes de vídeo, aproveitando melhor o espaço disponível na tela durante a exibição de clipes verticais, com aspecto 4:3, imagens quadradas e outros. A ideia é reduzir o desperdício de display, acabando com as bordas pretas feiosas e melhorar a visualização de acordo com a resolução do monitor de cada usuário.

A primeira mudança a ser sentida pelos utilizadores será a substituição das laterais escuras, ativas até agora, por espaços completamente em branco, que se fundem ao background do YouTube. Junto com essa mudança, mudou o modo de exibição dos clipes na tela, bem como o funcionamento do botão que permite a eles aumentar de tamanho, mas sem tomar conta da tela inteira.

Vídeos verticais perderão bordas pretas e terão espaço melhor aproveitado na interface do YouTube (Imagens: Reprodução/YouTube)

Os vídeos verticais, por exemplo, aparecerão maiores, ocupando praticamente toda a primeira rolagem da tela, junto com os clipes recomendados, que aparecem na lateral direita. Também aparecem maiores os vídeos quadrados ou em aspecto 4:3, com o espaço em branco nas laterais sendo reduzido para que a tela seja melhor aproveitada, resultando em uma visualização um pouco destacada. As bordas escuras só retornam quando o vídeo é colocado em tela cheia.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

As mudanças já estavam disponíveis nos sistemas operacionais Android e iOS, também de olho em um melhor aproveitamento do display, principalmente nos vídeos verticais. Nos celulares e tablets, o aplicativo do YouTube é capaz de detectar a orientação dos aparelhos para, por exemplo, assumir a tela inteira para exibir um clipe filmado com o celular em pé, tomando conta de toda a tela, em vez de reduzir seu tamanho e aplicar bordas gigantescas nas laterais.

Vídeos quadrados também aproveitarão mais espaço no site do YouTube para desktops (Imagens: Reprodução/YouTube)

Por fim, pequenas alterações também serão vistas no formato mais recomendado e tradicional, o de 16:9, usado na maioria dos televisores modernos. Aqui, também, a Google está investindo no melhor aproveitamento de espaço, aumentando um pouco o tamanho da janela de reprodução para que os clipes tomem o maior espaço possível no display, mesmo em sua menor opção de visualização.

A atualização, nesse caso, será aplicada diretamente nos servidores do YouTube, o que significa que os usuários não precisarão fazer nada, a não ser esperar a disponibilização da novidade, que deve acontecer em etapas. O site também recebeu outras mudanças nesta semana, como um modo que escurece a interface e mudanças na nomenclatura dos patrocinadores de canais, que agora serão os “membros” do “clube” de um criador de conteúdo, cujo trabalho apoiam financeiramente.

Fonte: Google Product Forums

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.