Netflix já tem mais assinantes que a TV a cabo nos Estado Unidos

Por Redação | 16 de Junho de 2017 às 10h27

Não que alguém duvidasse que isso fosse acontecer mais cedo ou mais tarde, mas parece que o momento chegou. A Netflix já tem mais assinantes do que serviços de TV a cabo nos Estados Unidos, o que mostra a força e a popularidade da plataforma de streaming, que caminha a passos largos para se tornar o novo padrão dentro das casas não apenas no país norte-americano, mas em todo o mundo. E essa reviravolta na Terra do Tio Sam é o sinal mais do que óbvio de que isso está cada vez mais perto.

Só nos EUA, a Netflix anunciou que já tem mais de 50,85 milhões de usuários ativos, ao passo em que a soma dos assinantes de empresa de TV a cabo não ultrapassa os 48,61 milhões, segundo levantamento feito pelo Leichtman Research Group, especializado nesse tipo de pesquisa de mercado.

Somente com base nos números, é claro, é impossível dizer que o streaming está matando a TV relacionando o crescimento de um lado em detrimento do outro. A relação não é tão causal assim e muito menos direta e simplista. Por outro lado, trata-se de uma virada mais do que significativa no mercado, pois mostra claramente o caminho para onde o grosso do público está seguindo. E essa vitória da Netflix diz muito sobre o futuro do mercado — o que, de fato, acende o sinal de alerta dentro das operadoras.

De acordo com uma estimativa apresentada pela Leichtman Research Group, as empresas de TV a cabo perderam nada menos do que 100 mil assinantes somente no último trimestre deste ano fiscal. Em compensação, a Netflix disse ter recebido mais de 1,4 milhões de novos assinantes no mesmo período. É um crescimento quase que exponencial e que, de fato, ameaça muito o futuro da TV, principalmente porque isso tudo vai se converter em receita.

Por outro lado, isso não quer dizer que nem tudo é perfeito no mundo do streaming. Os próprios acionistas da Netflix já criticaram algumas vezes que o crescimento da base de usuários não está tão alta quanto eles gostariam, já que há potencial para isso. Porém, não há como negar que a empresa já conta com um market share monstruoso próximo a qualquer concorrente que ouse fazer frente ao seu império. Não por acaso, espera-se que, no próximo mês, a companhia anuncie ter ultrapassado a marca de 100 milhões de usuários em todo o mundo.

Via: Venture Beat

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.