Mulheres brasileiras são as que mais acessam sites pornográficos, diz Pornhub

Por Redação | 12 de Agosto de 2015 às 10h46
photo_camera Divulgação

Em mais uma pesquisa para analisar o comportamento dos usuários que acessam sites de conteúdo adulto, o Pornhub, em parceria com o Redtube, constatou um dado interessante sobre os internautas, em especial aqueles que moram aqui no Brasil. De acordo com o relatório, as usuárias brasileiras aparecem empatadas com as filipinas no topo da lista de consumo de pornografia pelo público feminino.

Nos dois países, 35% do consumo de pornografia é realizado por mulheres e 65% pelos homens. A Argentina ficou em quarto lugar, com 30% e o México em oitavo, com 28%. Esses quatro países superaram a média mundial para mulheres que acessam domínios pornográficos, que é de 24%.

No último ano, as categorias mais procuradas pelas mulheres que consomem conteúdo erótico na web são "lésbicas", "trios" e "squirt" (ejaculação feminina). Elas também se interessam em ver sexo entre homens gays e fazem buscas por termos como sexo oral, massagens e vídeos de celebridades.

Para os dois maiores sites de pornografia da internet, o número de mulheres que entram nessas páginas aumentou e o que elas mais buscam nesses ambientes são situações que reflitam o prazer feminino. Tanto é que elas são as que passam mais tempo na frente do computador assistindo a vídeos adultos: a média mundial é de 10 minutos e 10 segundos. Já o índice dos homens é um pouco menor, de 9 minutos e 22 segundos.

"Com certeza há um crescimento entre as mulheres, porque as mulheres assistem pornografia, e toda a população mundial consome mais", disse à BBC Mundo Pablo Dobner, diretor executivo e cofundador do Erika Lust Films, uma empresa baseada em Barcelona que produz conteúdo adulto sob uma perspectiva feminina. Para o executivo, a busca das mulheres pelo prazer online tem aumentado porque elas sabem exatamente o que querem assistir e aquilo que as deixem mais confortáveis.

"Há uma demanda, mas a maioria das mulheres quer algo muito mais sincero, limpo e sexualmente inteligente em relação ao que é possível encontrar na maioria dos outros portais. As mulheres estão buscando mais prazer feminino e reivindicando que o homem não é o único que tem que desfrutar do sexo e que elas também querem sua parte do sexo recreativo, que esteve proibido para elas por tanto tempo", afirmou.

O Pornhub e o Redtube são dois sites de internet que oferecem conteúdo pornô grátis – apesar de terem conteúdo "premium" por meio de assinaturas. Eles atraem um tráfego de 40 milhões de usuários únicos por mês.

No início de 2015, o Pornhub revelou outras informações que mostram o Brasil como um dos países que mais acessam conteúdo erótico pela plataforma. Por exemplo, são 200 milhões de visitas ao site, o que coloca os brasileiros na oitava posição dos usuários que mais entraram no serviço no ano passado. A região Norte é a que passa mais tempo nas páginas do Pornhub, com pico no Amapá, onde as visitas chegam a 9 minutos e 41 segundos. Além disso, as localizações de maior tráfego no Pornhub são as de populações mais densas, como São Paulo e Rio de Janeiro.

Fonte: BBC

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.