MIT desenvolve método que aumenta em 10 vezes a velocidade do Wi-Fi

Por Redação | 24 de Agosto de 2016 às 20h53
photo_camera MIT

Qualquer pessoa que já tentou usar a internet móvel em eventos como grandes shows ou partidas de futebol sabe que a conexão, se existir, ficará bastante lenta por conta de congestionamento de rede. Justamente por isso, muitos estabelecimentos e eventos instalam pontos de Wi-Fi para que o público consiga acessar a internet em seus smartphones e compartilhar o momento em suas redes sociais, mas o congestionamento da rede sem fio também acaba sendo inevitável. Para resolver o problema, pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) desenvolveram um método capaz de aumentar em até 10 vezes a velocidade do Wi-Fi de um ambiente.

Os sinais Wi-Fi conseguem passar “por cima” de obstáculos do ambiente (como pessoas e objetos) e chegam aos receptores, como smartphones e computadores, com um sinal atrasado e disperso – mas chegam. Uma maneira de contornar esse problema e receber o sinal com qualidade máxima é usando múltiplos receptores e transmissores, e esse sistema é conhecido como MIMO para múltiplas entradas e saídas.

O MIMO funciona muito bem com uma pequena quantidade de aparelhos conectados ao mesmo sinal de Wi-Fi no ambiente, mas sua performance fatalmente cai à medida que a quantidade de dispositivos aumenta. E em uma ocasião como os eventos mencionados no início deste texto, em que um grande número de pessoas se reúne disputando a banda da mesma conexão, nem mesmo o MIMO é capaz de segurar a barra sem perda de qualidade.

A pesquisa, que foi devidamente documentada, mostra o desenvolvimento de um MIMO “turbinado”, que foi chamado de MegaMIMO 2.0. O sistema, que resolve o problema da interferência, coordena a atividade dos pontos de acesso (como roteadores sem fio, por exemplo), de modo que os sinais não são enviados através da mesma frequência ao mesmo tempo, conseguindo contornar a interferência e permitindo que todos os transmissores de uma área operem de maneira mais eficiente.

Na hora de fazer os testes, a equipe montou ma configuração composta por quatro transmissores e receptores independentes localizados na mesma área. Usando um sistema MIMO tradicional, cada um desses transmissores operaria com cerca de um quarto da eficiência porque eles interfeririam uns com os outros. Mas coordenandos os quatro transmissores com o MegaMIMO 2.0, a taxa de transferência de dados melhorou consideravelmente, com poder de aumentar a velocidade do sinal de Wi-Fi recebido em até dez vezes.

Agora, os cientistas esperam testar o sistema em outros ambientes e condições, para viabilizar sua produção em larga escala. Dessa forma, estabelecimentos como casas de shows e locais destinados a eventos podem adotar o novo tipo de distribuição de internet, melhorando o acesso do público. Essa tecnologia também pode ser aplicada em locais como universidades e empresas.

No seguinte vídeo podemos ver mais informações sobre a invenção dos pesquisadores do MIT:

Fonte: Forbes

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.