Lojas físicas da Amazon quase não rendem receitas para a companhia

Por Redação | 27 de Outubro de 2017 às 16h19
Tudo sobre

Amazon

A gigante do varejo vem crescendo exponencialmente no universo das vendas online, e suas lojas físicas não representam muita coisa no que diz respeito à receita geral Desde que bateu o martelo na compra da Whole Foods, a Amazon declarou que cerca de US$ 1,3 bilhão de sua receita total vem somente desta aquisição, contando com mais de 460 unidades em todo o mundo.

Sendo assim, as lojas físicas de livros seguem perdendo sua relevância. Atualmente, existem cerca de 12 Amazon Books nos Estados Unidos, com mais três a caminho. E consumidores que não são membros do Amazon Prime não veem muitas vantagens em conferir o que a varejista oferece em suas lojas físicas de livros, com exceção de dispositivos como Echo ou Kindle, já que os preços praticados na loja física acabam sendo um pouco maiores do que os do e-commerce.

A assinatura do Amazon Prime custa US$ 99 por ano, e o serviço vem se expandindo. Recentemente, a gigante anunciou o Amazon Key, um sistema que combina uma fechadura inteligente com uma câmera de segurança para que os entregadores da empresa consigam deixar as encomendas dentro da casa do cliente, e, por enquanto, a novidade é exclusiva para membros do Prime, que, ainda, podem acessar o streaming Amazon Prime Video, com conteúdos exclusivos, além do Prime Music, do Prime Reading e do Twitch Prime.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Segundo a empresa, membros do Prime costumam comprar duas vezes mais do que os usuários gerais, e tendem a gastar mais dinheiro em suas aquisições, mesmo pagando por uma assinatura.

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.