Lady GaGa é banida da internet na China após encontro com Dalai Lama

Por Redação | 28 de Junho de 2016 às 11h20
photo_camera Divulgação

No último domingo (26), a cantora Lady GaGa se reuniu com o líder religioso Dalai Lama na cidade de Indianápolis, capital do estado de Indiana, nos Estados Unidos, para que ambos pudessem promover a paz durante um debate transmitido ao vivo pela internet. Só que o governo chinês não aprovou o encontrou e decidiu banir da internet no país qualquer conteúdo relacionado à artista norte-americana.

Em nota, o ministro chinês das relações exteriores, Hong Lei, disse que as autoridades da China condenaram a atitude de GaGa por esta se envolver na questão da independência do Tibet. Para o governo do país asiático, Dalai Lama, que desde 1959 vive exilado na Índia, é considerado uma pessoa "hostil", e o encontro dele com personalidades mundialmente conhecidas — entre elas Lady GaGa — pode ser algo prejudicial para os chineses.

O banimento da cantora inclui todo o seu repertório, e os sites e órgãos de comunicação sociais também foram proibidos de transmitir as músicas de Lady GaGa. Isso segundo uma determinação do departamento de publicidade chinês, que decretou ser proibido consumir todo conteúdo produzido por ela. A decisão entrou em vigor já nesta segunda-feira (27).

Nas redes sociais, GaGa também foi criticada por usuários chineses logo após postar fotos do encontro com o líder espiritual tibetano. Alguns internautas perguntaram a ela o "porquê de ter feito isso" e disseram que a cantora "perdeu fãs na China" por causa da reunião com Dalai Lama. Na plataforma social chinesa Weibo a mesma coisa: muitos usuários afirmaram se sentir traídos pela artista.

"Vou deixar de seguir a Lady GaGa. O interesse nacional está acima de qualquer ídolo. Estou mesmo desiludido. Adorava ela, pelo seu caráter e por aquilo que conquistou. Mas agora percebo que ela não se interessa pelos fãs chineses. Em todos estes anos, o amor por ela foi em vão", escreveu um utilizador do serviço.

Vale lembrar que esta não é a primeira vez que Lady GaGa enfrenta problemas com a China. Em 2011, a cantora entrou numa lista de desafetos das autoridades locais porque estas consideraram as letras de suas canções inadequadas para o povo chinês. Outras celebridades, como Katy Perry e a banda Backstreet Boys, também passaram pelo mesmo problema. Recentemente, em abril deste ano, a cantora Selena Gomez passou por uma situação parecida depois de ser vista em uma foto junto a Dalai Lama.

Fonte: Quartz

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.