Kickass Torrent já removeu mais de um milhão de arquivos para evitar problemas

Por Redação | 02 de Julho de 2016 às 16h14

Após o Pirate Bay sofrer diversas baixas por conta da perseguição das empresas de conteúdo que reivindicam seus direitos autorais, o site de compartilhamento Kickass Torrents (KAT) se tornou a maior referência no gênero. Relativamente estável, os acessos ao site dispararam e, claro, também chamaram a atenção dos produtores.

Entretanto, diferente do Pirate Bay e outros site semelhantes, o KAT aceita os avisos de remoção da DMCA (Digital Millennium Copyright Act), uma lei dos Estados Unidos que criminaliza a distribuição de conteúdo sem autorização. Assim, os titulares dos direitos autorais têm a opção de solicitar a remoção do conteúdo do site. Essa opção não passou despercebida pelos usuários do site, que às vezes veem seus uploads desaparecerem do nada.

Para ter uma noção do número de pedidos de remoção de conteúdo que o KAT recebe, o site TorrentFreak entrou em contato com os representantes para uma entrevista. De acordo com eles, somente semana passada 15.794 arquivos foram retirados, chegando a 55.238 em todo o mês. Nessa proporção, significa que o site remove cerca de meio milhão de torrents por ano.

Além disso, desde que eles passaram a contabilizar esse procedimento, há poucos anos, mais de um milhão de links foram removidos — 1.200.313 links para ser mais preciso.

Mas é claro que quando os obstáculos aparecem, a criatividade surge para dar um jeito de concertar a situação. Em fóruns do próprio KAT, usuários discutem e chegam a soluções de vários tipos, como por exemplo ressuscitar o torrent gerando um link magnético a partir da hash do original, ou simplesmente fazendo o upload novamente do que foi apagado.

Apesar da constante movimentação dos usuários e dos detentores de direitos autorais, o site de compartilhamento não se envolve ativamente nessa discussão. Eles simplesmente disponibilizam a plataforma para os usuários, desde que eles estejam cientes das regras e dos direitos dos produtores de proteger seus conteúdos.

Via:

TorrentFreak

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.