Kanye West pede US$ 1 bilhão a Mark Zuckerberg para "financiar suas ideias”

Por Redação | 16 de Fevereiro de 2016 às 21h18

Após revelar que acumulou US$ 53 milhões em débitos por conta de seus projetos, o controverso rapper e estilista Kanye West ganhou novamente as redes sociais com um pedido bastante insólito: West solicitou que seus seguidores no Twitter ajudassem a convencer Mark Zuckerberg, chefe executivo do Facebook Inc., a lhe estender o montante de US$ 1 bilhão, a título de investimento em suas “ideias”.

“Mundo, por favor tuitem, enviem mensagens via FaceTime, Facebook, Instagram ou através de qualquer meio que vocês tenham para fazer com que Mark [Zuckerberg] me ajude”, disse em sua conta pessoal no Twitter. Pedido semelhante também foi encaminhado ao CEO da Alphabet Inc., Larry Page, também para que o ajudasse com seus problemas financeiros.

Até o momento, nenhum dos dois mecenas em potencial se pronunciou – embora vários usuários do Twitter tenham levado o pedido até Zuckerberg, que, até onde se sabe, não possui uma conta pessoal no microblog.

As pessoas não ajudam “artistas de verdade”

Kanye West revelou pouco antes de aparecer no programa Saturday Night Live que ainda possui uma dívida considerável, oriunda de seus últimos investimentos. West afimou que as pessoas não dão dinheiro a “artistas de verdade”, como ele, preferindo, em vez disso, construir escolas na África.

kanye west

“Eu escrevo isso a vocês, meus irmão, enquanto ainda possuo US$ 53 milhões em débitos pessoais”, escreveu o rapper. “Por favor, rezem para que nós possamos superar isso... Esse é o meu pedido sincero.” Pouco depois, West aproveitou o espaço no programa humorístico para apresentar seu oitavo álbum de estúdio, “The Life of Pablo”, álbum que também foi mostrado online (via streaming) para uma audiência de 20 milhões de pessoas.

Casado com a estrela da TV Kim Karsashian, Kanye West tem investido dezenas de milhões de dólares em sua grife de roupas, com débitos que em 2015 já chegavam aos US$ 16 milhões. De acordo com o site Business Insider, as últimas peças lançadas pelo artista durante a última edição da New York Fashion Week (entre capas e jaquetas) chegam facilmente aos US$ 3 mil ou US$ 4 mil – enquanto que a sua calça de moletom característica não sai por menos de US$ 510.