Iraque bloqueia internet para impedir que estudantes colem nas provas

Por Redação | 20.05.2016 às 22:23
photo_camera http://www.bbc.com/portuguese/internacional-36338519

Causando polêmicas pelo mundo, a estratégia do Iraque para evitar que estudantes colem nas provas foi, no mínimo, drástica. A internet, no último sábado, domingo e segunda-feira foi bloqueada no país durantes 3 horas –5h até 8h. Neste período, acontecia uma prova de transição para o ensino médio dos alunos de 12 e 13 anos.

O objetivo? Segundo informações da empresa que monitora a internet no mundo todo, DYN Research, o motivo era impedir que os jovens colassem ou tivessem acesso à prova com antecedência. E não pense que essa "ideia" é recente. "Essa prática tem sido adotada no Iraque nos últimos dois ou três anos", confirmou Ahmed Maher, o correspondente em Bagdá do serviço árabe da BBC. "O problema é que os exames são impressos nesta hora e enviados às escolas. Nos anos passados, alguns empregados tiraram fotos das provas e as colocaram na internet na primeira hora do dia do exame", explicou.

Polêmica

Enquanto a medida é "bem vista por muitas famílias", de acordo com o correspondente da BBC, alguns grupos de direitos humanos manifestaram preocupação: "Devido à situação de segurança no Iraque, é uma medida extrema. Vemos isso como uma atitude realmente desproporcional", disse Deji Olukotun, porta-voz da ONG Access Now, que milita pelos direitos individuais na internet, à revista The Atlantic.

Fonte BBC