Inglês está perdendo o seu status de idioma universal da Internet

Por Redação | 06 de Janeiro de 2016 às 09h15

Atualmente, mais da metade da internet está em inglês, mas essa porcentagem pode diminuir no futuro. Esta informação é resultado de uma pesquisa realizada pela FUNREDES, uma organização sem fins lucrativos que estuda o uso da tecnologia no mundo em desenvolvimento.

Em 1996, a pesquisa estimou que 80% do conteúdo online estava em inglês. Menos de uma década mais tarde, ela apontou que esse número caiu para 45%. Vale ressaltar que estas estimativas sequer levam em conta a atividade em redes sociais como o Facebook e Twitter, uma vez que os motores de busca indexam apenas cerca de 30% da web.

Apesar da presença online do inglês estar em declínio, a atual falta de diversidade linguística é um problema enorme na web. Isso porque mesmo as pessoas que falam línguas mais populares têm dificuldade em ler conteúdo online. O chinês, por exemplo, é a língua mais falada do mundo, mas na internet ela representa apenas 2,1% do conteúdo online. Já o espanhol, a segunda língua mais falada no mundo, abrange apenas 4,8% da web. O híndi, falado por 260 milhões de pessoas, representa menos de 0,1% da internet.

Organizações como a UNESCO estão preocupadas que a presença dominante do inglês possa abafar idiomas menos populares. Ativistas argumentam que o domínio do inglês na web poderia contribuir até mesmo para a extinção de línguas indígenas.

O caminho para uma internet mais democrática pode estar intimamente relacionado, entre outros fatores, ao declínio do inglês online e também à evolução das ferramentas de tradução. De acordo com especialistas, dentro da próxima década, a aprendizagem de máquina fará serviços de tradução online incrivelmente precisos e próximos a um nível de precisão de um tradutor humano.

Via Tech Insider

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.