Homem encontra câmera escondida em apartamento do Airbnb

Por Redação | 28 de Novembro de 2017 às 11h04

A presença de câmeras escondidas em quartos de hotéis ou outros tipos de hospedagem é constante em filmes de terror. Mas quando essa ideia se torna real, ela acaba sendo ainda mais assustadora. Foi o que enfrentou um homem americano não identificado que encontrou um dispositivo do tipo oculto em um apartamento alugado por meio do Airbnb.

O aparelho estava escondido em um sensor de movimentos colocado no quarto, em uma posição pouco usual para um aparato de segurança desse tipo. O hóspede desconfiou e, ao examinar o dispositivo, descobriu se tratar de uma câmera IP, conectada à internet e capaz de transmitir imagens coloridas e com resolução 720p, posicionada estrategicamente para capturar imagens íntimas e não autorizadas.

Quem relatou o caso foi Jason Scott, um historiador e cineasta americano que trabalha para o Internet Archives, que registra páginas web para a posteridade. Ele diz conhecer o responsável pela denúncia e deu mais detalhes sobre o caso, ao mesmo tempo em que protegia a identidade do hóspede.

De acordo com Scott, ao descobrir a câmera, seu conhecido deixou o apartamento no meio da madrugada, às 3h da manhã, e reportou seu achado ao Airbnb. O site já teria tomado uma atitude, suspendendo o anfitrião de sua base de usuários e realizando o reembolso do valor pago pelo apartamento. O hóspede, entretanto, também levou o caso à polícia.

O Airbnb respondeu a Scott pelo próprio Twitter, por meio de uma conta voltada para prestar ajuda, oferecendo-se para prestar informação adicional sobre o caso. De um outro usuário, recebeu uma sugestão que parece essencial na medida em que mais e mais casos de câmeras ocultas em apartamentos do serviço surgem na imprensa – a criação de um guia para que os clientes saibam como procurar equipamentos suspeitos e no que eles devem reparar ao se hospedarem em um local.

A ideia é que nem todo mundo tem o conhecimento necessário para reconhecer, nesse exemplo, um sensor de movimentos colocado em um local inusitado. Para quem tem intimidade com a tecnologia, é fácil notar esse posicionamento e também o fato de o aparelho ter um furo na parte frontal, estrategicamente colocado para que a câmera pudesse filmar o que está em frente a ela.

A identidade do anfitrião não foi revelada. Em nota, o Airbnb se pronunciou sobre o caso: 

O Airbnb já registrou mais de 260 milhões de chegadas de hóspedes em todo o mundo e incidentes como este são incrivelmente raros. O Airbnb leva a privacidade extremamente a sério e não há espaço em nossa comunidade para esse tipo de comportamento. Assim que fomos informados do incidente, banimos permanentemente este anfitrião de nossa comunidade e prestamos suporte aos hóspedes com reembolso total de suas reservas e despesas com o ocorrido. Câmeras nunca são permitidas em banheiros ou quartos. Qualquer outra câmera deve ser devidamente informada aos hóspedes com antecedência.

Fonte: Jason Scott (Twitter)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.