Google perdoa dívida de 100 mil euros acumulada por garoto de 12 anos

Por Redação | 05.10.2016 às 12:01

Os canais de vídeo no YouTube são um dos caminhos para a fama mais utilizados na internet hoje em dia, principalmente por jovens, seja para falar sobre música, para mostrar como se joga um game, ensinar uma receita ou fazer um tutorial de maquiagem.

Como muitos garotos de sua idade, José Javier, um estudante de 12 anos que mora em Alicante, na Espanha, sonhava em, assim como alguns de seus ídolos digitais, ficar rico e famoso como youtuber. No entanto, cometeu um grave erro no processo, ao aceitar as condições de um serviço na internet sem lê-las.

O garoto acreditava ter se inscrito no serviço AdSense com o objetivo de ganhar dinheiro e permitir a inclusão de publicidade nos seus vídeos, quando recebeu a bomba: foi informado que havia gasto mais de 100 mil euros (cerca de R$ 370 mil) em publicidade em seus vídeos.

Javier, na verdade, havia se inscrito no AdWords e liberado uma verba de gastos que aumentava absurdamente a cada visualização de seus vídeos. “Ele pensava que iria ganhar dinheiro e não o contrário”, contou a mãe, Inma Quesada, desempregada.

Mas, diante da comoção causada pelo caso, o Google emitiu na última terça-feira, 4, um comunicado no qual decide não cobrar a dívida exorbitante do jovem espanhol. “Analisamos este caso e não recebemos nenhum dinheiro da parte do usuário. Vamos cancelar o saldo pendente no AdWords. Vários serviços online, inclusive o Google AdWords, possuem restrições de seu uso conforme a idade. Sabemos da importância de se manter o entorno da família seguro na Internet, por isso os pais podem encontrar informações sobre como fazê-lo no Centro de Segurança Familiar do Google”.

Essa foi por pouco, hein?

Fonte: El País