Google Maps passa a identificar regiões indígenas brasileiras

Por Redação | 04.07.2017 às 16:23

Neste domingo (2), o Google anunciou que agora passará a exibir aos usuários do Maps os territórios indígenas do Brasil, graças a uma parceria com a Fundação Nacional do Índio (FUNAI). Outros países, como o Canadá, já tinham esse recurso, que agora chegou ao nosso país.

Segundo a companhia, a inclusão dos terrenos no Maps é uma maneira de compensar os danos causados a esses povos no passado. Agora qualquer usuário da ferramenta de mapas do Google pode localizar terras de diferentes etnias, como os Yanomami, os Guarani-Kaiowá e os Tupiniquim, por exemplo, que estão concentrados na região de Roraima e Amazonas, Mato Grosso do Sul e Espírito Santo, respectivamente.

O Google pretende mostrar o papel que as comunidades indígenas brasileiras têm na preservação ambiental do nosso país e, consequentemente, do planeta. Outra vantagem de se mapear essas terras é reconhecer a comunidade. O Brasil conta com 480 terras indígenas regularizadas pela Funai, contudo, a violência contra índios ainda é uma preocupação. Autoridades e empresas constantemente desrespeitam acordos e tiram direitos dos índios, que têm sido estampados em notícias envolvendo mortos e feridos.

Fonte: Google