Google é acusado de excluir empresa concorrente dos resultados de buscas

Por Redação | 07 de Novembro de 2016 às 15h04

O Google está sendo acusado de ocultar endereços do serviço de webmail da concorrente ProtonMail de seus resultados de buscas por quase um ano, o que pode ter causado um prejuízo de centenas de milhares de libras pelo tráfego perdido. A ProtonMail fornece contas de e-mail criptografadas aos usuários e se tornou um serviço bastante popular no exterior desde o lançamento, em 2014.

De acordo com a empresa, antes do suposto boicote, o serviço prestado aparecia entre o primeiro ou segundo lugar nos resultados de pesquisas na página do Google. No entanto, a partir de setembro de 2015, o ranking do ProtonMail despencou, da primeira página para a quinta, décima e, em março deste ano, foi banido completamente dos resultados de buscas.

Ainda segundo a ProtonMail, a empresa entrou em contato com o Google para descobrir o que poderia estar acontecendo e que até o presidente do gigante das buscas foi solicitado, mas não receberam nenhuma resposta. A companhia chegou até mesmo a ir à público e postar tweets para o Google esperando alguma solução. Com o boicote, o crescimento da ProtonMail caiu cerca de 25% no período.

Após a insistência, o Google corrigiu o problema da empresa e os resultados voltaram a aparecer. Apesar da situação resolvida, a ProtonMail lembrou do risco da monopolização dos serviços de busca na internet que podem controlar diversas outras empresas de forma indireta, como neste caso. "Isso pode acontecer mesmo através das fronteiras nacionais. Por exemplo, embora o Google seja uma empresa americana, controla mais de 90% do tráfego de busca na Europa", lembrou a companhia.

Procurado pelo jornal The Guardian, o Google se recusou a comentar, mas confirmou que, após reclamação do ProtonMail, conseguiu encontrar e corrigir o que afetou os resultados das pesquisas, sem esclarecer a causa real.

Fonte: TheGuardian

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.