Fundador do Napster doa US$ 250 milhões para pesquisas de tratamento do câncer

Por Redação | 14 de Abril de 2016 às 10h33

Uma das maiores personalidades e bilionários da indústria da tecnologia, Sean Parker anunciou que irá realizar uma doação de US$ 250 milhões para combater o câncer. O objetivo é financiar as pesquisas de cura da doença através da imunoterapia, que consiste no tratamento pela modificação do sistema imunitário. Parker é um dos fundadores do serviço de música Napster e um dos principais investidores do Facebook.

Além de criar um centro de tratamento para combater a patologia, o dinheiro servirá para ajudar seis instituições de pesquisas sobre o câncer sediadas nos Estados Unidos. "Estamos em um ponto de mudança de direção na pesquisa sobre o câncer e agora é a hora de maximizar o potencial único da imunoterapia para transformar todos os cânceres em doenças 'manejáveis', salvando milhões de vidas", disse Parker.

O anúncio da doação foi realizado em um jantar de gala na mansão do magnata. Celebridades como Katy Perry, Sean Penn, Tom Hanks, Orlando Bloom e Bradley Cooper estiveram presentes, além do CEO do Twitter, Jack Dorsey, Anne Wojcicki, do Google, e Laurene Jobs, viúva de Steve Jobs.

Assista Agora: Descubra o jeito certo de criar verdadeiros times de alta-performance e ter a empresa inteira focada em uma única direção.

"Acreditamos que a criação de um novo financiamento e modelo de pesquisa pode ultrapassar muitos dos obstáculos que atualmente impedem avanços. Ao trabalhar de perto com os nossos cientistas e mais de 30 parceiros da indústria, o Instituto Parker está se posicionado para disseminar amplamente descobertas e, acima de tudo, oferecer mais rapidamente tratamento aos pacientes", disse o fundador do Napster. O novo Instituto Parker para a Imunoterapia irá trabalhar com mais de 40 laboratórios e mais de 300 cientistas e imunologistas.

O centro será liderado pelo cientista Jeffrey Bluestone, da Universidade da Califórnia. "A imunoterapia representa um novo avanço fundamental no paradigma do tratamento contra o câncer. [Ela] Aproveita o poderoso sistema imunitário do próprio corpo para mobilizar o seu refinado arsenal de combate à doença para se envolver e eliminar as células cancerígenas", disse Bluestone.

Fonte: Business Insider e DN

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.