Em 2019, 48% das operações bancárias serão realizadas online

Por Redação | 07 de Julho de 2015 às 15h16

Um estudo encomendado pela SAP e produzido pela The Economist Unit mostra que, pra 2019, é esperado que 48% das operações bancárias sejam realizadas online, sendo que 56% delas serão feitas em um dispositivo móvel. Atualmente este número é de 36% na média mundial, enquanto que na América Latina chega a 27%. Isso mostra que os canais eletrônicos em todo mundo estão ganhando cada vez mais aceitação entre os clientes dos bancos e seus executivos.

A pesquisa, que avaliou mais de 100 bancos em todo mundo, relata que oito em cada dez banqueiros compartilham da ideia que ao longo dos próximos cinco anos os dispositivos móveis constituirão o principal canal de operações para os seus clientes.

De acordo com o vice-presidente para Setores Estratégicos da SAP América Latina, Tonatiuh Barradas, essas projeções não significam que outros canais tradicionais perderão o seu valor. No entanto, as instituições bancárias terão de se preparar para conseguirem atender à demanda dos clientes. O executivo comenta que "para cada 61% dos bancos, a personalização e a inovação são fatores importantes para a retenção dos clientes. Então, ao pensar na abertura de canais online, é importante levar em conta a infraestrutura necessária para tirar proveito de todas as informações de valor que essas operações oferecerão para fidelizar os clientes".

Com patrocínio da SAP, a The Economist Intelligence Unit realizou dois estudos globais sobre bancos móveis. O primeiro foi realizado em junho de 2014 e envolveu 111 banqueiros com cargos elevados como gerente geral, diretores de unidade de negócios e até presidentes. Cerca de 18% dos entrevistados estão na América Latina. Já a segunda pesquisa, realizada no mês de setembro de 2014, ouviu 1.827 consumidores, sendo que 19% estão na América Latina.

Fonte: Portal ERP

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.