eBay pode se separar do PayPal em breve

Por Redação | 22.08.2014 às 17:23
photo_camera Divulgação

As informações de que a diretoria do eBay estaria considerando fortemente a separação do PayPal foram publicadas nesta quinta-feira (21) pelo britânico The Independent e parece ter agradado ao mercado. A notícia, mesmo sem confirmação oficial, já foi suficiente para garantir um aumento de quase 5% nas ações da companhia, que fecharam o pregão valendo US$ 55,89.

O spin-off, como é chamado, é um processo empresarial comum no qual empresas que, inicialmente, nasceram juntas, se separam em duas de forma a garantir autonomia e crescimento mútuo. No caso do eBay, a divisão do PayPal vem sendo objeto de pressão por grupos de acionistas já há alguns meses. Eles, liderados pelo megainvestidor Carl Icahn, consideram que o crescimento menor do site de leilões está sufocando os ganhos do meio de pagamentos.

A ideia, aqui, é de que o PayPal tomou uma dimensão muito maior do que servir apenas como uma forma segura de se acertar as compras feitas pela plataforma. Desde a parceria com a Samsung no lançamento do Galaxy S5, muito tem se falado sobre os pagamentos mobile, com muitos entusiastas até mesmo já contando os dias para o fim dos cartões de crédito.

Há também um medo da chegada de concorrência nesse mesmo segmento, principalmente da Apple, que há meses é alvo de rumores sobre o lançamento de seu próprio sistema de pagamentos usando o TouchID. Tais boatos só fortaleceram a visão dos investidores de que manter eBay e PayPal atrelados pode ser ruim para os negócios.

Por enquanto, porém, não se sabe ao certo se o spin-off realmente vai acontecer. Analistas de mercado questionam se a diretoria do eBay realmente vai ceder às pressões. No atual caso, eles nem estariam errados, já que esse parece realmente ser o melhor negócio neste momento.