eBay está considerando cortar 3 mil pessoas do quadro de funcionários

Por Redação | 12 de Dezembro de 2014 às 09h21
photo_camera Vendio

O eBay pode colocar em prática, já no início do próximo ano, um plano que pode resultar na demissão de mais de 3 mil funcionários - o que corresponde a 10% do quadro da empresa. Segundo o Wall Street Journal, o corte foi confirmado por pessoas que estão familiarizadas com as estratégias da empresa e faz parte do planejamento para realizar a cisão da unidade de pagamentos PayPal.

A porta-voz do eBay, Amanda Miller, não quis comentar especificamente a informação sobre o corte em massa de funcionários, mas ressaltou que a empresa está focada em “administrar o negócio e preparar o eBay e o PayPal para o sucesso como companhias independentes”.

O corte de funcionários, segundo as fontes do jornal, ocorreria especificamente na divisão de plataforma da empresa. A cisão da unidade de pagamentos PayPal, anunciada em setembro, destaca uma desaceleração do crescimento do negócio de plataforma do site de leilões.

A cisão deve ser concluída no segundo semestre de 2015 e será responsável por dividir o eBay praticamente ao meio. O PayPal foi adquirido pela companhia há aproximadamente 12 anos e apresentou um imenso crescimento neste período, sendo que atualmente ele já é responsável por praticamente 50% da receita do grupo.

A cisão foi proposta no início do ano pelo bilionário e investidor Carl Icahn, que defendeu o movimento como uma forma valorizar a empresa, assim como permitir que as equipes de gestão das empresas possam focar melhor nas estratégias de cada negócio.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.