Domínio ponto COM: por que continua sendo uma boa opção mesmo após 30 anos?

Por Colaborador externo | 09 de Abril de 2015 às 15h55

Por Cristiano Mendes*

Há 30 anos no Brasil, a Internet ainda estava engatinhando: o Windows 1 tinha acabado de ser criado e era iniciado por meio do comando MS-DOS, a conexão era discada, o que impossibilitava o uso do telefone fixo ao mesmo tempo que a navegação online, o e-mail BOL foi o primeiro a permitir a criação de e-mails grátis para brasileiros, e, um pouco mais tarde, o ICQ se popularizou, sendo o precursor do Skype. Também há 30 anos, em 1985, foram estabelecidos os domínios, de acordo com a finalidade de cada organização, como, por exemplo, o ponto EDU, para instituições de ensino, referente a “educação”, e o ponto COM, referente a “comercial”. A partir disso, cada país estabeleceu seu domínio local, sendo o ponto BR o do Brasil.

Com o passar dos anos, enquanto a computação se desenvolveu, com a criação do Windows 10, Wi-Fi, Gmail e Skype, e, acompanhando a evolução tecnológica, a presença online se tornou cada vez mais importante, pois é certo que a inexistência de um site torna o seu negócio invisível, impedindo que o potencial de mercado seja explorado de modo pleno. Para os pequenos e micro empreendedores, o site é um aliado fundamental aos negócios, pois pode aproximá-los do consumidor e atrair novos clientes.

Mesmo com o passar do tempo, o domínio ponto COM continua cada vez mais sólido e eficiente. No Brasil, o ponto BR se mostrou a preferência nacional para quem queria construir um site. Como resultado desse regionalismo, hoje existem cerca de 3,5 milhões de domínios registrados ponto BR no Brasil, de acordo com o Registro.br, departamento do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br).

Tendo em vista o alto uso de ponto BR, torna-se cada vez mais difícil registrar um bom domínio com essa terminação, já que a maioria dos nomes já existe. Como ter uma presença online é essencial hoje em dia, o ponto COM mostra-se uma excelente opção. Além disso, em uma sociedade cada vez mais globalizada, possuir um domínio que permite expansão territorial pode ser mais vantajoso, pois maximiza o potencial de negócios, possibilitando crescimento internacional.

Alguns dos primeiros domínios criados ainda existem atualmente na Internet, inclusive diversos desses são de grandes empresas que ajudaram a manter suas atividades online com sucesso até hoje. Uma das principais vantagens dos domínios é exatamente essa: a durabilidade. A criação de uma página na web mantém ativa a presença online das companhias, e o intuito é estar lá por tempo indeterminado, acompanhando o crescimento dos negócios e os avanços tecnológicos. Portanto, após 30 anos do ponto COM, fica claro que esse domínio só tende a crescer, oferecendo possibilidades e oportunidades de evolução para os negócios, principalmente para os pequenos empreendedores.

*Cristiano Mendes é diretor de Business Development para América Latina da GoDaddy, maior provedor de tecnologia para pequenas empresas

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.