China cria fundo de US$ 14,6 bilhões para investir em internet

Por Redação | 23 de Janeiro de 2017 às 08h50

A China criou um fundo de 100 bilhões de yuans, o equivalente a US$ 14,6 bilhões, para investimentos no setor de internet, segundo publicou a agência oficial de notícias Xinhua, neste domingo (22). Apoiado pelo governo chinês, o fundo foi projetado para ajudar o país a se transformar em um grande ator da tecnologia da internet.

Um volume inicial de 30 bilhões de yuans já foi levantado junto a grandes bancos e companhias de telecomunicações que incluem ICBC, China Mobile e China Unicom. Ainda de acordo com a Xinhua, uma linha de crédito de até 150 bilhões de iuans estará disponível para companhias que investirem no fundo.

Vale lembrar que o governo chinês informou no início deste mês que investiria 1,2 trilhão de yuans (US$ 174 bilhões) entre 2016 e 2018 para desenvolver infraestrutura da informação.

Conhecida por manter o mais avançado sistema de censura da internet, a China aumentou seu controle da web em novembro passado ao aprovar uma nova lei de cibersegurança que exige dos serviços de mensagens instantâneas e empresas de internet que operam no país o cumprimento de regras mais rígidas em relação a localização de dados, vigilância e política de nomes reais.

Fonte: Reuters