Brasil vai fechar 2016 com 300 milhões de dispositivos conectados à internet

Por Redação | 25.11.2016 às 10:45 - atualizado em 25.11.2016 às 11:19

A empresa de pesquisa de mercado IDC apontou que o Brasil está realmente entrando de cabeça no mercado de Internet das Coisas. De acordo dados da consultoria, o país vai fechar 2016 com a marca de 300 milhões de unidades de dispositivos conectados à internet.

A expectativa é que, até 2020, o crescimento seja acentuado, com uma expansão de 22% da receita proveniente deste mercado e um expressivo aumento de 30% no número de dispositivos de Internet das Coisas em operação por aqui.

Ampliando o cenário para a América Latina, a estimativa é que a quantidade de aparelhos conectados somem 1,5 bilhão dentro de quatro anos, o que representará cerca de 4% do mercado global de Internet das Coisas.

No Brasil, está em fase de desenvolvimento o Plano Nacional de Internet das Coisas, um documento que pretende estabelecer como as empresas serão estimuladas a investir em projetos relacionados à essa tecnologia no país. Enquanto o texto final do plano não é aprovado, a indústria segue preocupada com o fato de que a falta de uma regulação adequada para a Internet das Coisas deixe o país menos competitivo.

Os principais pontos a serem analisados são relacionados às questões regulatórias, melhores práticas de financiamento e compartilhamento de informações. De acordo com o secretário de Política de Informática do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI), o plano será lançado em março de 2017.

Via IP News