Black Friday 2015: lojas participantes terão que se adaptar às novas regras

Por Redação | 18.06.2015 às 16:18

Todos os finais de ano, mais precisamente em todos os meses de novembro, acontece a Black Friday, uma ação de vendas que oferece grandes descontos em lojas online. E para este ano, as regras para as empresas interessadas mudaram, de acordo com um anúncio da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, na última quarta-feira (17).

Para que o e-commerce receba o selo Black Friday Legal 2015, a empresa deve participar de uma das três capacitações gratuitas para micro ou pequenas empresas promovidas pela Câmara, online ou presencial.

Além disso, é necessário responder a uma pesquisa sobre as MPE's durante a inscrição para o selo. A loja online também precisa ser aprovada no processo de avaliação da Câmara, que verifica a situação cadastral da empresa na Receita Federal. Os dados verificados são o CNPJ, a Razão Social, endereço completo, telefone, SAC e email.

Será conferido se a empresa não está na lista de sites a serem evitados, criada e publicada pelo Procon, e ela precisa assinar digitalmente o Código de Ética do Black Friday Legal no site.

As incrições neste ano começam em julho, sendo tempo o suficiente para que as empresas possam se adequar às regras.

Ludovino Lopes, presidente da entidade, diz que "com a capacitação, a camara-e.net quer dar às empresas que não conseguiram o selo em 2014 e às novas candidatas as informações necessárias para se ajustarem às regras, assinarem o Código de Ética e participarem da promoção com o selo Black Friday Legal 2015”, comenta.

As lojas virtuais que desejam se capacitar podem passar por três workshops gratuitos com os temas "Planejando um e-commerce", "Logística no e-commerce", "Aspectos legais e Código de Ética do BFL", "Meios de pagamentos" e "E-commerce e Marketing Digital".

O primeiro workshop aconteceu no último dia 17 e os próximos serão no dia 12 de agosto e 24 de setembro. Interessados podem se inscrever no site da Câmara.

Fonte: camara-e.net