BitTorrent lança canal de notícias e cobrirá eleições nos EUA

Por Redação | 13 de Julho de 2016 às 18h35

O BitTorrent anunciou para o dia 18 de julho o lançamento de seu canal de notícias, que operará pela internet, de forma gratuita e via streaming. O serviço fará sua estreia no mesmo dia da convenção nacional do partido republicano, pelo qual Donald Trump concorre à presidência dos Estados Unidos, e promete fazer uma grande cobertura das eleições no país.

Dirigido por Harrison Bohrman, ex-produtor e redator da CNN, o BitTorrent News quer renovar o modo pelo qual se faz jornalismo televisivo pela internet. Para a organização, que também é responsável pelo protocolo de downloads entre usuários, o método usado hoje pela maioria dos grandes players online é semelhante ao que é feito na televisão, uma vez que as mesmas empresas possuem presença na rede e também na telinha.

Sendo assim, na visão de Erik Schwartz, vice-presidente de mídia da BitTorrent, ela acabou perdendo a atenção de uma geração que cresceu online. Os mais jovens possuem a internet como sua principal fonte de informação e entretenimento, e sendo assim, não estão interessados no método tradicional de se reportar notícias. O canal, de acordo com ele, terá uma “visão de startup” e ferramentas de análises de dados para entregar exatamente aquilo que os usuários desejam, de acordo com o comportamento deles.

O foco na internet também significa uma proximidade clara com as redes sociais e serve também como um convite para o jornalismo cidadão, uma vez que espectadores ao redor do mundo estão mais do que convidados a enviarem sugestões de pautas, matérias ou denúncias para serem apuradas. Levando em conta o tenso momento político pelo qual os Estados Unidos estão passando, essa alternativa pode ser bem interessante para dar um diferencial ao BitTorrent News.

De acordo com a organização, apenas durante a convenção do partido republicano, serão transmitidas de 10 a 12 horas de programação, com comentários de especialistas, convidados e cobertura ao vivo dos discursos políticos. Com o fim do evento, a cobertura das eleições continua e será um dos focos dessa primeira leva de conteúdo criado pelo canal.

Fonte: BitTorrent