Anews, serviço concorrente do Flipboard, é lançado no Brasil

Por Redação
photo_camera Reprodução/Anews

Chegou há poucos dias no Brasil o Anews, um agregador de notícias que reúne inúmeras fontes sobre os mais variados temas, criando uma verdadeira revista digital personalizada. Ele tem um apelo semelhante ao do Flipboard, aplicativo que faz bastante sucesso por aqui.

No Anews, você também define quais temas deseja acompanhar. A ferramenta faz uma seleção diária com as principais notícias de cada seção, dividindo tudo em cadernos específicos, como em um periódico físico. Depois, basta você usar a ponta dos dedos para navegar.

O serviço conta com uma opção de leitura exclusiva, ou seja, você não precisa nem mesmo abrir a página da notícia para ler o seu conteúdo. Se você estiver usando o aplicativo no tablet ou smartphone (com Android, iOS ou Windows Phone, tanto faz), ele dispensa o uso de um navegador externo, fazendo todo o trabalho diretamente no próprio Anews.

Anews

Suas notícias em um só lugar

Com uma forma diferenciada de acessar as novidades do dia, um agregador de notícias funciona de modo um pouco diferente de um agregador de feeds. Você pode seguir tópicos em geral — estes vão funcionar como as editorias de esportes ou gastronomia, por exemplo, de um jornal ou revista —, e então o Anews vai fazer a seleção de conteúdo.

Também é possível pesquisar tópicos de maneira individual. Se você quer acompanhar notícias sobre o seu time de futebol ou então sobre a Marvel, é só acessar o menu de pesquisa do aplicativo, digitar o que você deseja e começar a seguir as publicações que aparecem nos resultados.

Anews

Você pode rapidamente salvar notícias e links em seu perfil, algo bem interessante para acessar conteúdos posteriormente — se desejar, é possível integrar sua conta do Anews à conta do Pocket, o serviço de armazenamento de links mais popular da web. Compartilhar conteúdo acessado via Anews nas redes sociais ou via WhatsApp e afins também é algo muito simples.

Chegada ao Brasil

Construído com tecnologia russa, o Anews já atua em seis países — Rússia, Ucrânia, Suécia, França, Estados Unidos e Brasil. A escolha pelo nosso país aconteceu especialmente pela grande presença dos brasileiros na internet. Além disso, o Brasil é o primeiro país em que o serviço usa algoritmos especiais a fim de tornar o conteúdo exibido pelo Anews ainda mais preciso para o público nacional.

"Nós escolhemos o Brasil por muitas razões. Em primeiro lugar porque o Brasil ocupa um dos primeiros lugares no ranking dos países cuja população consome notícias regularmente. Em segundo, porque os brasileiros adoram compartilhar links de artigos nas redes sociais”, explica o presidente da companhia, Viatcheslav Masenkov.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.