Alibaba compra um dos maiores sites de vídeos da China

Por Redação | 06.11.2015 às 16:26

Já faz algum tempo que a Alibaba, que opera um dos maiores serviços de comércio eletrônico da China, deseja se afastar de uma atuação única e exclusiva nesse mercado. E, agora, a empresa faz isso com a compra do Youku Tudou, um dos maiores sites de vídeos da China, em um negócio que custou US$ 4,4 bilhões e foi confirmado nesta sexta-feira (6).

O Alibaba já possuía uma participação de pouco mais de 18% no serviço, adquirida no ano passado por US$ 1,2 bilhão. Agora, compra os quase 82% restantes da companhia em um negócio que não deve alterar sua estrutura interna. O Youku Tudou permanece operando de forma independente, mas deve servir como mais um pilar para incentivar o consumo de produtos nas plataformas de e-commerce da companhia.

Um dos grandes focos, por exemplo, é o trabalho junto a criadores de conteúdo populares no país. Como um dos maiores sites de vídeos da China, o Youku Tudou tem uma dinâmica similar à do YouTube e, claro, também criou sua parcela de celebridades online. A ideia do Alibaba é justamente trabalhar junto a essas personalidades da mídia social para promover produtos que são vendidos nos mais diversos comércios eletrônicos da companhia, que vão desde sites de leilão entre usuários até representações virtuais de grandes varejistas do país.

Além disso, um plano de médio prazo é a produção de conteúdo original para a plataforma. O Alibaba ainda não falou muito nesse assunto, mas já começou a investir nesse mercado, injetando dinheiro na produção de “Missão: Impossível – Nação Secreta”, cuidando de todo o trabalho de merchandising, promoção e venda de ingressos no país, e também lançando o Tmall Box Office, que pretende ser o equivalente chinês para o Netflix.

Para o futuro, a ideia é investir ainda mais em produções originais, não apenas para o TBO, que funciona em parceria com uma grande loja de departamentos online do país, mas também para o Youku Tudou. Nesse sentido, pelo menos, a Alibaba já parte com vantagem, por ser a dona de uma das maiores plataformas de vídeo da região.

Fonte: PC World