Adição de um segundo nos relógios causou interrupções na internet

Por Redação | 03 de Julho de 2015 às 08h15

Nesta terça-feira (30), a adição de um segundo nos relógios de todo o mundo causou algumas "interrupções esporádicas" em mais de 2.000 redes que conectam máquinas online. De acordo com a empresa norte-americana Dyn Inc., que acompanha o desempenho de serviços online, as quedas ocorreram logo após o chamado "segundo bissexto" ser adicionado.

Doug Madory, diretor de análise de internet da Dyn, explica que o "soluço" na internet durou cerca de cinco minutos, o suficiente para derrubar alguns serviços. Aparentemente, a interrupção foi causada por um roteador específico, um dispositivo que encaminha as informações através da internet. "Isso faria sentido, dado o perfil da interrupção", explica.

Basicamente, a Dyn registrou uma queda na troca de dados entre alguns serviços online. Houve um grande aumento no número de mensagens que viajam entre provedores de serviços de Internet e empresas de todo o mundo.

Leap second

Periodicamente, os "guardiões do tempo" adicionam um segundo a mais nos relógios oficiais de todo o mundo para mantê-los em sincronia com a rotação da Terra. Por quase 50 anos, o relógio atômico – que mede o tempo por meio de oscilações do átomo de césio – não conta com pequenas alterações no comportamento do planeta. Os guardiões do tempo acrescentam 25 segundos bissextos desde 1972 para compensar a desaceleração na rotação da Terra.

O problema é que os computadores dependem de códigos de software imperfeitos e antigos que nem sempre estão preparados para acomodar esse segundo extra. Em 2012, por exemplo, diversos serviços online ficaram fora do ar após a adição do segundo bissexto, entre eles o Reddit e até mesmo sistemas de aeroportos, que tiveram diversos atrasos em voos.

Alguns pesquisadores têm pedido a abolição do segundo bissexto, dizendo que não é preciso recalibrar nossos relógios tantas vezes (mesmo depois de 700 anos inalterados, os relógios só diferem do tempo de rotação da Terra em cerca de meia hora).

Via Wired

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.