Acessos à banda larga fixa no Brasil crescem 4% em outubro

Por Redação | 12 de Dezembro de 2016 às 14h58
photo_camera Master Soft BC

A base de acessos na banda larga fixa cresceu em outubro, segundo dados divulgados pela Anatel. No mês, as operadoras registraram saldo positivo de 61,45 mil novos assinantes, totalizando 26,6 milhões de conexões. Comparado a outubro de 2015, houve crescimento de 4,28% na quantidade de acessos no país, o que representa um ganho de pouco mais de 1 milhão de conexões.

Praticamente todas as provedoras ganharam mercado em outubro, tanto em relação a setembro, quanto em comparação ao mesmo mês do ano passado. Ao longo de um ano, a empresa que mais ampliou sua base, em termos relativos, foi a TIM, com expansão de 35,6%. A empresa, porém, atende apenas São Paulo e Rio de Janeiro e soma não mais que 315 mil clientes. A Sky, de tamanho semelhante, conseguiu crescer na sua oferta de banda larga, que usa principalmente a tecnologia LTE. Em 12 meses, ela ampliou a base em 26%, enquanto a Algar, aumentou em 10,63%.

O crescimento também pode ser visto nas grandes operadoras do setor, ainda de acordo com a Anatel. A Claro, dona da Net e líder do segmento, cresceu 4,41% em um ano. A Telefônica Vivo, vice-líder, teve expansão de 1,84%, e a Oi, de 0,25%.

Em participação de mercado, praticamente não houve variação. A Claro cresceu 0,03 ponto percentual em relação a setembro, passando a ter fatia de 31,66%. A Vivo terminou outubro estável, com 28,21% de participação. A Oi, também praticamente estável, com fatia de 24,10%, enquanto os provedores regionais de acesso terminaram o mês com 10,3% de share.

Por fim, considerando as tecnologias de acesso, o ano tem sido bom para o crescimento da fibra óptica, que ganhou 400 mil acessos, crescendo quase 32%. Nenhuma outra tecnologia de acesso conectou tanto em 12 meses. A segunda que mais trouxe novos assinantes foi o cabo, responsável por 349,5 mil acessos. O xDSL, tecnologia mais utilizada do país, somou apenas 49 mil novos acessos em um ano. Outubro terminou com 13,4 milhões de acessos xDSL, 8,55 milhões em cabo, 1,77 milhão no spread spectrum e 1,65 milhão na fibra.

Fonte: Telesíntese

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.