YouTube está comprando o serviço de streaming Twitch por US$ 1 bilhão, diz site

Por Redação | 19 de Maio de 2014 às 09h50
photo_camera Divulgação

O Google deve anunciar em breve mais uma aquisição bilionária. De acordo com a revista Variety, o YouTube, que pertence à gigante das buscas Google, adquiriu o serviço de streaming Twitch por US$ 1 bilhão e que as negociações estão prestes a serem concluídas e reveladas oficialmente. As informações foram publicadas neste domingo (18) também pelo Wall Street Journal.

Segundo fontes familiarizadas com o assunto, o valor será pago inteiramente em dinheiro aos donos do Twitch, sem que haja a divisão da quantia em ações, como é de costume em transações milionárias - o Facebook, por exemplo, adquiriu o WhatsApp por US$ 16 bilhões, mas desse total apenas US$ 4 bilhões foram pagos em dinheiro, enquanto o restante foi em ações da companhia na Bolsa.

O The Verge afirma que essa não foi a primeira proposta oferecida ao Twitch. Antes do Google, a Microsoft chegou a fazer uma oferta. No entanto, o site optou em fechar um acordo com a empresa de Mountain View porque "o YouTube é a solução mais adequada para ajudar a companhia em larga escala", explica uma das fontes. Além disso, os informantes dizem que o Twitch teria recebido "ofertas de bilhões de dólares de outras empresas" - todas recusadas em prol de uma parceria com o YouTube.

Não está claro qual o real motivo do Google comprar o Twitch, mas não é surpresa a companhia manifestar interesse pelo concorrente. Lançado em 2011, o Twitch se tornou um dois principais canais de streaming de vídeo do mundo, principalmente de jogos de videogame. A plataforma chega a ser utilizada tanto na internet quanto em campeonatos de games online e, recentemente, se tornou uma ferramenta nativa de transmissão de conteúdo nos consoles PlayStation 4 e Xbox One.

Como destaca o WSJ, o Twitch poderia dar um impulso ainda maior no domínio do YouTube em relação aos serviços de streaming na web. O site do Google já possui uma função para a transmissão de vídeos online de vários tipos de conteúdos (jogos, música, esportes e notícias) que nos últimos anos tem sido utilizada por canais com milhões de assinantes. Mesmo assim, a página fica em segundo lugar quando comparada ao rival.

Atualmente, o Twitch possui um milhão de usuários únicos que transmitem vídeos utilizando a plataforma todos os meses, segundo dados publicados pelo DeepField. Em fevereiro, a empresa revelou que, mensalmente, são registradas mais de 45 milhões de visualizações, o que levou o site a ter momentos com maior tráfego de streaming e acesso do que outras companhias, como Facebook, Amazon e o próprio YouTube.

Se as negociações forem mesmo verdadeiras, talvez o Google não acabe com o Twitch de imediato, mas sim implemente algumas de suas principais funcionalidades aos usuários do YouTube. O foco inicial deve ser nos canais de transmissão de jogos de videogame, que tomaram conta do site nos últimos anos e conquistaram mais visibilidade do que de artistas mundiais. Felix Kjellberg, mais conhecido como PewDiePie, é um deles, com 27 milhões de assinantes, mais do que qualquer outra celebridade da plataforma - a cantora Rihanna tem 12 milhões de assinantes, enquanto Justin Bieber apenas 8 milhões.

Procurados pelo The Verge e Wall Street Journal, YouTube e Twitch não comentaram o assunto.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.