YouTube deve ganhar serviço pago ainda esta semana, afirma jornal

Por Redação | 06 de Maio de 2013 às 11h05
TUDO SOBRE

YouTube

Há algum tempo, rumores afirmam que o Google estaria interessado em lançar um serviço de assinatura para o YouTube e uma reportagem do jornal The Financial Times afirma que o produto está próximo de ser lançado, podendo ser anunciado em algum momento ainda nesta semana. O objetivo por trás do serviço é levar mais conteúdos à plataforma de vídeos e ajudar os parceiros a encontrarem novas formas de monetização.

Fontes ligadas à empresa afirmaram à reportagem que o Google prepara a introdução de 50 canais em seu serviço pago e permitirá a inscrição individual em cada canal por uma taxa de US$ 1,99 (R$ 4) ao mês. Com o novo serviço, o YouTube poderá entrar em um mercado dominado por outros players como o Netflix, que oferecem streaming de conteúdo ilimitado para seus usuários sem anúncios mediante o pagamento de uma mensalidade.

Atualmente, a companhia oferece para alguns canais parceiros, em países selecionados, a possibilidade de disponibilizar seu conteúdo mediante aluguel, onde os usuários podem pagar para assistir determinados vídeos por um período específico e sem publicidade agregada através do YouTube.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Leia também: Usuários já assistem a mais de 6 bilhões de horas de vídeos por mês no YouTube

A assessoria de impresa do YouTube afirmou em nota oficial enviada ao site CNET que "não tem nada para anunciar neste momento". A empresa apenas reiterou o que já havia dito sobre os rumores acerca do lançamento de um serviço pago afirmando que está "buscando a criação de uma plataforma de subscrição que poderia trazer ainda mais conteúdos para o YouTube para os nossos usuários desfrutarem e para os criadores encontrarem uma nova forma de gerar receita a partir dos seus conteúdos, além dos modelos de aluguel e de anúncios que já oferecemos".

E você, pagaria para ter acesso ao conteúdo de algum canal no YouTube? Conte para nós nos comentários!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.