YouTube ainda não é um negócio rentável para o Google

Por Redação | 26 de Fevereiro de 2015 às 10h30
photo_camera Mashable
Tudo sobre

YouTube

O YouTube ainda não é um negócio rentável para o Google. De acordo com informações do Wall Street Journal, apesar do serviço de streaming de vídeo ter aumentado sua receita de US$ 3 bilhões em 2013 para US$ 4 bilhões em 2014, graças aos anunciantes, o valor ainda não é suficiente para que ele seja considerado rentável.

Um porta-voz do Google afirmou que a maior parte do tráfego do serviço já vem diretamente do Youtube.com ou de seus aplicativos móveis, e por isso a empresa têm investido para ajudar os criadores de conteúdo original a melhorar cada vez mais os seus vídeos e atrair ainda mais seguidores.

A companhia também reformulou a página inicial da plataforma e suas recomendações de vídeo na tentativa de fazer com que os usuários fiquem mais tempo no site. A ideia é fazer com que cada vez mais pessoas cheguem ao site diretamente pelo navegador ou via app mobile, sem passar por links incorporados ou postados em outras páginas.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Para ajudar a aumentar sua receita, o YouTube também planeja lançar mais vídeos com autoplay e criar uma nova forma de direcionar melhor os anúncios usando recursos de pesquisa do Google.

A gigante das buscas adquiriu o YouTube em 2006, em uma negociação no valor de US$ 1,65 bilhão.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.