YouTube abandona Flash Player e adota o HTML5 como padrão

Por Redação | 28.01.2015 às 09:59

O Flash está cada vez mais caindo em desuso na web. Uma das maiores perdas do player da Adobe foi anunciada nesta terça-feira (27), quando o YouTube confirmou que deixará de usar o recurso para finalmente adotar o HTML5 como padrão no site. Por enquanto, a mudança terá efeito nos navegadores Chrome, Internet Explorer a partir da versão 11, em edições beta do Firefox e a partir da versão 8 do Safari.

O YouTube passou anos experimentando o HTML5. John Harding, engenheiro do serviço, escreveu em 2010 sobre os benefícios de se adotar a nova linguagem de marcação da web. Neste mesmo período, a plataforma de vídeos anunciou o início da adoção da tag "video" do HTML5, mas a solução esbarrou na falta de suporte ao Adaptative Bitrate (ABR), que possibilita ao YouTube "mostrar mais vídeos com menos buffering" e ajustar alguns elementos segundo a velocidade de conexão do usuário.

O ABR foi capaz de reduzir em 50% o buffering mundial e em praticamente 80% nas redes altamente congestionadas. Com estes números é possível entender porque o ABR é tão importante para o YouTube a ponto de adiar a adoção do HTML5 em seu player.

A utilização do HTML5 no YouTube ainda irá permitir o uso do codec VP9. Este software permite que os vídeos que apresentam uma maior resolução não demandem tanta banda, oferecendo uma redução em cerca de 35% e melhorando o carregamento de vídeos em 4K e a 60 frames por segundo, por exemplo.

Quanto a segurança, a escolha do HTML5 também traz vantagens em relação ao Flash. O HTML5 é compatível com extensões de mídia criptografadas, que permitem que o YouTube utilize um único player em diferentes plataformas, algo que não acontecia com o Flash.

O formato do embed também terá mudanças com a troca para o HTML5. A tag "object" deverá ser abandonada gradativamente, sendo substituída pela "iframe".

A decisão do YouTube de abandonar o Flash é mais um dos exemplos de que o Adobe Flash está encolhendo a sua relevância na internet moderna. A própria Adobe passou os últimos anos tentando desvincular sua associação com o produto, visto que o Flash parece estar se tornando cada vez mais obsoleto.

Fonte: http://www.theverge.com/2015/1/27/7926001/youtube-drops-flash-for-html5-video-default