Taylor Swift compra domínios pornô para se proteger

Por Redação | 23.03.2015 às 15:15
photo_camera Divulgação

A partir de junho, a internet vai receber novas terminações de endereços além do .com, .net e de outras variantes que já conhecemos. E, entre a enorme lista de novos sufixos, alguns são tão peculiares que já estão gerando polêmica meses antes de serem disponibilizados. Afinal, o que você pensaria de um site terminado em .porn, .sucks ou mesmo .adult?

Pode parecer besteira, mas já tem gente se preparando para a chegada dessa novidade. A cantora Taylor Swift, por exemplo, já adquiriu uma série de domínios com terminações com conotação sexual exatamente para evitar que algum engraçadinho tente sujar seu nome ou qualquer coisa parecida.

Para que mais gente possa se proteger dessas ações, a Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números (Icann) antecipou a venda desses endereços com potencial ofensivo para empresas e pessoas públicas, evitando que eles estejam disponíveis para público geral em um primeiro momento. E já tem grandes marcas, como a Microsoft, se blindando contra isso.

Todo esse movimento revela uma situação bem curiosa. Ao mesmo tempo em que a liberação dessas novas terminações abre um mar de possibilidades de endereços, ele também traz uma série de outros problemas. Por mais que a ideia de domínios com conteúdo claramente adulto sirva para ajudar os pais a controlarem o que seus filhos veem e a bloquear o acesso a essas páginas, isso permite também que marcas e indivíduos se tornem alvo fácil. Em outras palavras, elas são quase que reféns do órgão.

Assim, quem não quiser gastar com um endereço ofensivo que não terá nenhuma utilidade além de proteger seu nome terá de ficar à mercê da própria internet. E, em alguns casos, esses valores não são nada convidativos. Ainda no caso da cantora, por exemplo, o endereço taylorswyft.sucks está à venda por US$ 2.500 — cerca de R$ 7,9 mil na cotação atual.

Isso significa que veremos mais polêmicas surgindo daqui pra frente. Com a liberação dessas terminações no próximo dia 1º de junho, podemos esperar para ver celebridades e empresas brigando para reaver domínios ou sendo chantageadas por algum engraçadinho que conseguiu criar um site com alto poder ofensivo.

Esperta mesmo foi a Taylor Swift.

Via: Business Insider