Sites governamentais brasileiros são os mais infectados com malware na AL

Por Redação | 29 de Julho de 2013 às 14h40

Uma pesquisa realizada pela empresa de segurança Eset descobriu que o Brasil é o país latino-americano com o maior número de páginas oficiais do governo infectadas por malware. Dentre os 4,5 mil sites analisados na América Latina, 5% daqueles infectados por códigos maliciosos eram de entidades governamentais e de educação.

Isolando apenas as páginas oficiais do governo para uma análise mais profunda, 33% dos sites infectados estão no Brasil, 20% no México e 12% no Peru, conforme informações divulgadas pela revista Info. Os responsáveis pelo maior número das infecções encontradas nos sites governamentais são os Trojans, também conhecidos como Cavalo de Troia. Esse tipo de malware foi encontrado em 90% dos sites infectados, enquanto os outros 10% eram resultados de backdoors e worms.

Além disso, o estudo apontou que metade desses códigos maliciosos está escrita em linguagem JavaScript do tipo iFrame, que se escondem no código HTML da página. Para evitar maiores problemas, é importante que as empresas mantenham os pacotes de segurança dos servidores sempre atualizados.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.