Sim, norte-coreanos também estão baixando pornografia e Angry Birds!

Por Redação | 19 de Agosto de 2014 às 09h55

A Coreia do Norte permanece como um dos países mais fechados do mundo, com conexões externas pesadamente controladas pelo regime de Kim Jong-Un. Mas isso não significa que o país também não colabore com o tráfego internacional de torrents - e, é claro, de pornografia e games.

Segundo dados do site de monitoramento da plataforma BitTorrent ScanEye, um total de 178 downloads de torrents já foram registrados com a origem no país desde fevereiro de 2012.

De acordo com o Telegraph, além de filmes pornô dos Estados Unidos e do Japão, foram baixados episódios dos programas britânicos Top Gear e Britain's Biggest Hoarders, o documentário da HBO Manhunt: The Search for Bin Laden, e até games como Angry Birds e Far Cry 3.

Todas as atividades tiveram origem do mesmo distrito da capital norte-coreana Pyongyang, Ryugyong-dong, onde está a sede da única provedora de serviços de rede móvel do país, a Koryolink.

Apesar de ter tido um aumento do número de computadores e dispositivos móveis nos últimos anos, a maioria permanece conectada à intranet do país, chamada de Kwangmyong, que não permite o acesso a todo conteúdo da web.

Turistas em Pyongyang, no entanto, podem pagar por acesso à internet, assim como embaixadas, que também têm acesso à rede. Outra explicação, menos provável, seria que a origem dos downloads também tenha sido mascarada por programas de proxy e desviada para a Coreia de Norte.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.