Serviço de streaming de Torrents sai do ar e ressuscita pouco depois

Por Redação | 17 de Março de 2014 às 11h37

No último dia 10 falamos sobre o Popcorn Time, um serviço de streaming gratuito que utiliza arquivos de Torrent para realizar a transmissão e exibição de filmes. A novidade, apesar de trazer uma praticidade a mais para o usuário, esbarra na barreira da pirataria e, como já era de se esperar, passou a ser alvo dos estúdios de Hollywood quase que ao mesmo tempo em que caía no gosto do público.

Foi justamente isso que levou o Popcorn Time a ser fechado no último sábado (15). Em um comunicado publicado no site oficial do serviço, os criadores do projeto afirmam que estão extremamente orgulhoso do projeto, mas, ao mesmo tempo, não estão disposto a participar de batalhas judiciais e o tipo de problema legal que esse tipo de iniciativa acabou gerando.

Em uma longa mensagem, a equipe volta a afirmar que a existência do Popcorn Time é perfeitamente legal e associou os possíveis problemas judiciais a uma indústria anciã, que não é mais capaz de entregar a experiência que seu público deseja. Para os desenvolvedores, é justamente por isso que Hollywood é a autora de tantos processos na justiça, pois faz parte de um mercado que “vê a inovação como uma ameaça à velha receita para coletar valores.”

O Popcorn Time é um projeto de código aberto e, sendo assim, não demorou muito para que um novo grupo de desenvolvedores o assumisse: o YTS Team. Durante o fim de semana, o grupo começou a publicar atualizações e novidades do aplicativo na ferramenta de colaboração GitHub. Os princípios continuam os mesmos da versão original e a comunidade ainda pode ajudar com traduções e novas implementações do código.

O sistema passa a funcionar sobre o próprio site da YTS, que regularmente publica Torrents para download de filmes recém-lançados. Segundo declarações feitas ao site Torrent Freak, o grupo disse não haver problemas de copyright decorrentes da empreitada, já que o problema da indústria sempre foi a disponibilização das produções em si. Sendo assim, ao assumir o projeto do software, a equipe está simplesmente “aplicando um novo design a um site já existente”.

O YTS também fez questão de se distanciar dos criadores originais, provavelmente para evitar que as ameaças judiciais que levaram ao fechamento do Popcorn Time continuem sendo um problema. De acordo com a equipe de desenvolvedores, o Popcorn Time se trata de um projeto da comunidade e, por mais que os produtores iniciais estejam convidados a participar do projeto, o software não pertence a uma pessoa ou grupo em particular.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.