São Paulo ganhará pontos de acesso Wi-Fi gratuitos no centro da cidade

Por Redação | 03 de Maio de 2013 às 15h59
photo_camera Prefeitura de São Paulo

A Praça Roosevelt, o Pateo do Colégio e o Vale do Anhangabaú estão entre os primeiros locais do centro de São Paulo que deverão receber pontos de acesso gratuitos à rede Wi-Fi, como informou a prefeitura. O governo prepara um edital para a licitação da tecnologia que visa criar mais de 120 pontos de acesso em praças, parques e terminais de transporte público. As informações são do jornal A Folha de S. Paulo.

O objetivo do projeto é que a rede Wi-Fi pública funcione 24 horas por dia a uma velocidade mínima de 512 Kbps para download e upload de arquivos. A velocidade estabelecida, por sua vez, leva em consideração uma média de usuários simultâneos em cada local e a conexão também deverá permitir o acesso a vídeos na internet e serviços de VoIP.

O prefeito da cidade, Fernando Haddad, tem como meta criar 42 pontos de acesso sem fio em São Paulo. As regiões centrais e mais oito praças participarão do projeto piloto. A licitação para os 120 pontos de rede Wi-Fi e o edital para concorrência entre as empresas que irão fornecer o sinal para os moradores da cidade deverão sair ao longo dos próximos dias.

As empresas que tentarão a concorrência para disponibilizar o sinal nos pontos de acesso Wi-Fi em São Paulo deverão garantir que a transmissão de dados aconteça 95% do tempo, ou seja, não sofra interferências constantes. Cada companhia poderá determinar a forma de distribuição e estratégias para sua implantação, podendo recorrer até a patrocínios. A criação de uma rede Wi-Fi pública em São Paulo surgiu há oito anos quando a então prefeita Marta Suplicy tentava a sua reeleição, propondo a criação de uma rede capaz de abranger todos os bairros.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.