Reino Unido apresenta projeto para aumentar o monitoramento do tráfego na web

Por Redação | 07 de Fevereiro de 2013 às 11h00

O governo britânico está planejando estabelecer um sistema de vigilância total sobre os usuários da Internet no Reino Unido. Isso inclui monitorar o tráfego de sites como Facebook, Twitter e Skype. O relatório foi publicado pelo Comitê de Segurança e Inteligência do Parlamento e divulgado pela Agência RT.

A ideia é instalar dispositivos de vigilância na rede de telecomunicações do país para monitorar as informações trocadas por meio de serviços sediados fora do Reino Unido. As tais sondas devem ter acesso a "quase todos os movimentos que os britânicos fazem quando estão conectados".

E-mails, mensagens de chat, conversas, fotos, vídeos, entre outros, serão acompanhados por esses dispositivos com base em uma tecnologia chamada Deep Packet Inspection (DPI). O DPI monitora o tráfego de entrada e saída dos equipamentos conectados à rede, e pode operar na detecção ou prevenção de redes ou sistemas.

O governo britânico tenta explicar que não está tentando ter acesso irrestrito ao conteúdo pessoal da população, mas quer ter à sua disposição informações sobre quem envia determinada mensagem, quem a recebe, onde, e a maneira de envio.

"É importante para as agências que haja meios para acessar dados de provedores e serviços de comunicação do exterior", diz o relatório. E, como nem sempre as empresas estrangeiras se veem obrigadas a conceder esse tipo de informação, a saída encontrada foi desenvolver esse projeto para implantar um sistema próprio de monitoramento.

"Inspeções nos serviços de internet não apenas são legais, como também amplamente utilizadas pelo setor privado. Não existe uma solução perfeita na legislação, mas acreditamos que essa seja a melhor opção", diz outro trecho do documento.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.